Sociedade | 18-04-2024 17:29

CIMT pretende que caminho para Fátima seja uma jornada de instrospecção e descoberta

CIMT pretende que caminho para Fátima seja uma jornada de instrospecção e descoberta

Novo projecto, promovido pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT), permite três novos caminhos desde Sertã, Tomar e Abrantes.

O Caminho do Médio Tejo para Fátima é um projecto no qual a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo tem trabalho nos últimos meses. O caminho pretende ser uma jornada de instrospecção e descoberta pessoal e permite caminhos desde Sertã, Abrantes e Tomar.

Com partida do concelho da Sertã até Fátima, o itinerário tem 98 quilómetros e uma duração estimada de 22horas, que pode ser faseada em cinco jornadas e que se estende pelos concelhos de Ferreira do Zêzere e Ourém. Do concelho de Tomar até Fátima, o percurso tem 31 quilómetros, com uma duração de cerca de sete horas, passando em Torres Novas e Ourém, podendo ser realizada de uma única vez. De Abrantes até Fátima a extensão é de 91 quilómetros, com cerca de 20 horas de caminho e o itinerário percorre os concelhos de Constância, Entroncamento, Ourém, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha. Os caminhos podem também ser realizados de bicicleta de forma segura

As novas jornadas no Médio Tejo vêm complementar uma vasta rede de itinerários, que se estende desde diferentes locais de Portugal e que culminam no Santuário de Fátima, proporcionando momentos de conexão com a natureza e possibilitando vivências religiosas e culturais. O projecto foi financiado pelo Centro 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo