Sociedade | 20-04-2024 15:00

Politécnico de Tomar vai ter uma Cátedra de Geoética para a Sustentabilidade

Instituição de ensino superior de Tomar conquistou a segunda cátedra internacional na sequência de uma metodologia inovadora para aplicação da ciência da sustentabilidade.

O Instituto Politécnico de Tomar (IPT) viu aprovada a sua segunda cátedra internacional, no âmbito do Conselho Internacional de Filosofia e Ciências Humanas

O IPT informa em comunicado que distinção surge na sequência do desenvolvimento, a partir do seu Centro de Geociências, de uma nova metodologia de aplicação da ciência da sustentabilidade, a partir das Ciências Humanas e da Tecnologia. Apresentada na Cimeira Rio +20 em 2012, o primeiro reconhecimento materializou-se com a aprovação da Cátedra UNESCO de Humanidades e Gestão Cultural Integrada das Paisagens, a partir de 2018.

A cátedra UNESCO-IPT impulsionou a aprovação do BRIDGES, um novo programa da UNESCO sobre sustentabilidade, em 2019. O Centro de Geociências, numa colaboração com o Politécnico de Tomar, as Universidades de Coimbra e Trás-os-Montes, juntamente com o Instituto Terra e Memória de Mação, desempenhou um papel activo na criação do programa internacional de Geoética, coordenado pelo Instituto de Vulcanologia de Itália.

O trabalho desenvolvido resultou na aprovação da Cátedra de Geoética, que “reforça as iniciativas já desenvolvidas, nas quais se destaca o programa de Ética e Tecnologia que tem vindo a ser desenvolvido com o Professor Harold Sjursen, da Universidade de Nova Iorque, envolvendo uma parceria entre o Centro de Geociências e o Centro de Investigação das Cidades Inteligentes, no IPT”, referiu o investigador Luiz Oosterbeek, coordenador no IPT do Centro de Geociências e director do Centro de Estudos Superiores Politécnicos de Mação.

Lançado em 1992, o Programa de Cátedras UNITWIN/UNESCO promove a cooperação e partilha inter-universitária internacional, visando reforçar as capacidades de cada instituição através da partilha do conhecimento e do trabalho em cooperação. O programa apoia a criação de cátedras UNESCO em áreas prioritárias estabelecidas no âmbito das competências da UNESCO, ou seja, educação, ciências naturais e sociais, cultura e comunicação.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo