Sociedade | 21-04-2024 07:00

Abrantes investe 180 mil euros em kits contra incêndios para freguesias

Os kits de primeira intervenção contra incêndios são compostos por carrinhas ligeiras das juntas de freguesia, equipadas com tanques de água e rádios com comunicações, vocacionadas para uma primeira resposta rápida e eficaz em caso de fogo.

O executivo da Câmara de Abrantes aprovou, por unanimidade, um investimento de 180 mil euros para apoio à aquisição de kits de primeira intervenção contra incêndios em onze freguesias do concelho em 2024. Este apoio é concretizado através da celebração de contratos interadministrativos com 11 juntas de freguesia do concelho. Em sessão camarária, onde a proposta foi aprovada, o presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Valamatos referiu que, entre 2019 e 2023, o município investiu cerca 922 mil euros na implementação dos kits de primeira intervenção.
Os kits de primeira intervenção contra incêndios são compostos por carrinhas ligeiras das juntas de freguesia que integram o Dispositivo Especial Contra Incêndios Rurais (DECIR) e estão equipadas com maquinaria, mangueira e tanque com capacidade de 600 litros de água e com rádios de comunicações.
Esta é uma iniciativa com o objectivo de dotar as freguesias de um equipamento que permita prestar uma primeira resposta mais rápida e eficaz no combate aos incêndios. Manuel Valamatos sublinhou o grande investimento feito com este programa, acrescentando que não basta colocar dinheiro em cima dos problemas. “Temos que criar condições e ter estratégias para mitigar os problemas e isso é feito através do trabalho de equipa. Só com o empenho das juntas de freguesia e o cuidado das equipas é possível investir cerca de um milhão de euros na protecção dos bens e das pessoas”, sublinhou o autarca.

Associações de caçadores também participam
Em 2024 está previsto celebrar contratos interadministrativos na área da Protecção Civil com as juntas de freguesia de Bemposta, Mouriscas, Rio de Moinhos, Tramagal, Carvalhal, Fontes, Pego, União de Freguesias de Abrantes e Alferrarede, União de Freguesias de Aldeia do Mato e Souto, União de Freguesias de Alvega e Concavada, União de Freguesias de São Facundo e Vale das Mós. Cada junta vai receber 15 mil euros de apoio.
Este ano fazem também parte do DECIR municipal a Associação de Caçadores de Alvega e Concavada, Associação de Caçadores de Mouriscas; Associação de Caçadores de Martinchel; Associação de Caçadores de São Facundo e Vale das Mós e Associação de Caçadores de Arreciadas. “Os operacionais das associações de caçadores recebem formação que será dada pelos Bombeiros Voluntários de Abrantes e recebem instruções como actuar do comandante dos Bombeiros de Abrantes”, explicou Manuel Valamatos.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo