Sociedade | 23-04-2024 18:00

Cidadãos queixam-se do mau estado de estradas no concelho de Coruche

Cidadãos queixam-se do mau estado de estradas no concelho de Coruche
Joaquim Nunes queixou-se à Câmara de Coruche do mau estado da estrada onde vive, na Rua do Borrego, no lugar de Frazão

Dois munícipes foram à reunião de câmara de Coruche reclamar do estado em que se encontram algumas vias há vários anos. Um deles vai ser ressarcido pelo município devido aos danos que sofreu nas suas viaturas.

Joaquim Nunes foi à reunião de câmara de Coruche queixar-se do esquecimento a que tem sido votada a Rua do Borrego, em Frazão, na União de Freguesias de Coruche, Erra e Fajarda. O munícipe lamentou que a estrada onde vive continue em mau estado há vários anos, mesmo depois de pedir à junta de freguesia para que seja arranjada. “Sempre que chove a entrada da minha casa fica com uma vala. Se a câmara puder fazer alguma coisa para minimizar os problemas causados sobretudo pela chuva agradeço. Já falei diversas vezes com o presidente da junta que responde que o problema é do município”, referiu o cidadão dirigindo-se ao presidente da câmara.
Joaquim Nunes lamentou que as máquinas do município passem poucas vezes naquela estrada, o que se torna difícil para circular ali de carro. O presidente da câmara, Francisco Oliveira (PS), respondeu que o concelho de Coruche é enorme e tem centenas de quilómetros quadrados de estrada batida. Situação a que o município tem tentado dar resposta através de alcatroamento ou realizar trabalhos de melhoramentos com a passagem de máquinas.
Também Tiago Carvalho, morador na Rua da Barroca, na freguesia do Couço, se queixou dos problemas dessa estrada, que diz já lhe ter causado danos em dois automóveis e obrigado a andar com um carro emprestado enquanto os seus estão a arranjar. “Esta situação arrasta-se há mais de 30 anos. O problema são as pedras enormes e os buracos que danificam os automóveis. Pagamos impostos, também para termos direito a ter a estrada por onde circulamos todos os dias minimamente em condições”, criticou Tiago Carvalho.
Francisco Oliveira disse que os serviços jurídicos do município entendem que a responsabilidade pelos danos nos carros de Tiago Carvalho é da câmara e que já foi activado o seguro para que o munícipe possa ser ressarcido. “Temos vontade de resolver o problema e é isso que vamos fazer”, garantiu o presidente da Câmara de Coruche.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo