Sociedade | 28-04-2024 10:00

Prémio literário de Vila Franca de Xira teve uma centena de candidaturas

Prémio literário de Vila Franca de Xira teve uma centena de candidaturas
Cerimónia de entrega do prémio realizou-se na Fábrica das Palavras em Vila Franca de Xira

Gustavo Nobre de Jesus e José Eugénio Borges de Almeida venceram o Prémio Literário Alves Redol, instituído pela Câmara de Vila Franca de Xira.

Este ano o Prémio Literário Alves Redol, instituído pela Câmara de Vila Franca de Xira, contou com uma participação de 101 trabalhos submetidos a concurso. A obra “Fractais Dispersos”, de José Eugénio Borges de Almeida, e “Bacalhau verde”, de Gustavo Nobre de Jesus, venceram a edição deste ano, nas categorias de conto e romance, respectivamente. A entrega formal do prémio realizou-se domingo, 21 de Abril, na Fábrica das Palavras em Vila Franca de Xira, cerimónia inserida nas comemorações do Dia Mundial do Livro e do Autor.
Os jurados destacaram a originalidade e o impacto emocional das obras vencedoras, ressalvando a criatividade linguística do conto e a profundidade social e humana do romance. Além dos premiados, nesta nona edição do prémio foram atribuídas menções honrosas na categoria de “Conto” à obra “Márrio-Riomar”, de Eltânia André, e, na categoria de “Romance”, à obra “Teoria das Catástrofes Elementares”, de Rita Canas Mendes.
O júri foi composto por Sérgio Mangas, em representação do município, Manuel Frias Martins, da Associação Portuguesa de Críticos Literários, e Ana Cristina Silva, escritora e professora universitária. O Prémio Literário Alves Redol visa homenagear aquele que foi um dos maiores nomes portugueses da literatura neo-realista e, dessa forma, divulgar novos autores e talentos.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo