Sociedade | 02-05-2024 12:00

É urgente colocar Justiça como prioridade

É urgente colocar Justiça como prioridade
Juíza presidente do Tribunal da Relação de Évora, Albertina Pedroso, falou na abertura do colóquio comemorativo do 50º aniversário do 25 de Abril

A juíza presidente do Tribunal da Relação de Évora, Albertina Pedroso, disse na abertura do colóquio que organizou sobre os 50 anos do 25 de Abril que já não é possível disfarçar as vulnerabilidades da Justiça.

A juíza presidente do Tribunal da Relação de Évora pediu para se dar prioridade à Justiça nos tempos que correm. Albertina Pedroso falou na abertura do colóquio comemorativo dos 50 anos do 25 de Abril no palácio onde está o tribunal, que reuniu advogados, magistrados, catedráticos e cidadãos para se debater vários temas da Justiça e da liberdade conquistada com a revolução de 1974. O colóquio decorreu no dia 23 de Abril no salão nobre do tribunal, que abrange o distrito de Santarém.
Albertina Pedroso salientou no seu discurso que tem de se fortalecer a independência do poder judicial e alertou para as vulnerabilidades do sistema. A juíza realçou que os tribunais são o último reduto na defesa dos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos. Mas referindo-se ao discurso do presidente do Supremo Tribunal de Justiça no dia 21 de Março, “as intermitências da actuação política num domínio tão fundamental para a vida dos cidadãos e para a democracia, conduziram-nos a um presente em que já não é possível disfarçar as vulnerabilidades do sistema”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo