Sociedade | 10-05-2024 18:33

Nova denúncia leva autoridades à nascente do Almonda por invasão de propriedade

Nova denúncia leva autoridades à nascente do Almonda por invasão de propriedade
Populares passaram o dia em convívio junto à nascente do rio Almonda que está vedada há anos pela Renova

Cidadãos que passaram o Dia da Espiga junto à nascente do rio Almonda, em Torres Novas, foram surpreendidos por militares da GNR após denúncia por invasão de propriedade privada.

Quando duas dezenas de pessoas passavam o feriado do Dia da Espiga, 9 de Maio, a conviver junto à nascente do rio Almonda, na Zibreira, concelho de Torres Novas, a Guarda Nacional Republicana (GNR) foi, por duas vezes, chamada ao local em resposta a denúncias por invasão de propriedade privada. A informação é confirmada a O MIRANTE pelo responsável do movimento Um Coletivo, Pedro Ferreira, que lamenta que, mais uma vez, a Renova tenha agido desta forma. Isto, recorde-se, depois de em 2023, também no Dia da Espiga, a empresa produtora de papel ter apresentado queixa-crime contra desconhecidos por invasão de propriedade privada que acabou arquivada pelo Ministério Público por falta de provas.

Ao nosso jornal, fonte oficial da GNR, confirma a ida dos militares ao local na sequência de uma denúncia por invasão de propriedade privada que, refere, “não se veio a confirmar” por os cidadãos se encontrarem em zona de “domínio público hídrico”.

O Um Coletivo voltou este ano a desafiar a população a passar o Dia da Espiga num convívio pacífico junto à nascente do rio Almonda que há anos se encontra vedada pela Renova. O MIRANTE esteve no local e falou com alguns dos presentes que reclamam a retirada da vedação metálica assim como das câmaras de videovigilância instaladas pela empresa.

*Notícia desenvolvida na próxima edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo