Sociedade | 20-05-2024 21:00

Socialistas do Entroncamento levam a melhor e jardim de infância vai ser demolido para voltar a ser construído

Jardim de Infância Sophia Mello Breyner, no Entroncamento, encerrado por razões de segurança, vai ser demolido para ser construído novamente com maior capacidade. Maioria relativa do PS contou com o voto a favor da vereadora eleito pelo Chega. Social-democratas abstiveram-se.

O projecto de demolição e reconstrução do Jardim de Infância Sophia de Mello Breyner, no Entroncamento, foi aprovado na reunião camarária de 7 de Maio. A medida foi aprovada com quatro votos favoráveis dos três eleitos pelo PS e da vereadora Isabel Sousa, do Chega. Os três vereadores do PSD optaram pela abstenção.
O vereador Rui Madeira (PSD) reforçou a posição defendida desde início pelos social-democratas, sustentada pela análise do LNEC (Laboratório Nacional de Engenharia Civil), de que deveria ser realizado um estudo custo-benefício para saber qual a solução mais rápida e vantajosa financeiramente. “Há quatro anos que sugerimos o estudo custo-benefício e o Partido Socialista nunca avançou com o assunto. Sempre que o solicitamos, é-nos negada a possibilidade de ir dentro das instalações verificar os problemas. Porquê?”, questionou o vereador que acredita que a possibilidade do estudo devia ser explorada ao limite. Rui Madeira garante que, caso o estudo mostre que o projecto de demolição e construção é o mais vantajoso, os vereadores do PSD serão os primeiros a aprovar, pois defendem uma resposta rápida e eficiente para um problema que se arrasta há anos.
Na sessão camarária, o engenheiro Sérgio Gomes, responsável pelo gabinete que elaborou o projecto de demolição e construção, apresentou os planos a todo o executivo, com o planeamento da obra e as melhores opções. Rui Madeira disse ter ficado mais esclarecido, mas considerou que as respostas dadas não foram totalmente conclusivas, garantindo não abdicar da realização do estudo custo-benefício, sendo essa a razão da abstenção dos eleitos pelo PSD.
Com a nova construção, o estabelecimento vai passar a integrar os níveis de ensino pré-escolar e primeiro ciclo. Segundo Jorge Faria, a alteração ao projecto permitirá dar resposta ao aumento da população escolar em condições condignas. No próximo ano lectivo, com a necessidade de aumentar as salas existentes, vão ser instalados no terreno contíguo à Escola Básica António Gedeão, de forma provisória, monoblocos pré-fabricados que correspondem a sete salas equipadas e instalações sanitárias adequadas.
O caso do jardim-de-infância arrasta-se desde Abril de 2021, quando o presidente da câmara, Jorge Faria (PS), apresentou uma proposta para se avançar com a demolição do imóvel e ratificar o encerramento do jardim-de-infância devido a razões de segurança relacionados com problemas na estrutura. A Câmara do Entroncamento está disposta a gastar 2,1 milhões de euros na demolição e reconstrução do Jardim-de-infância Sophia de Mello Breyner Andresen, apesar do relatório do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) não considerar imprescindível essa opção radical e até abrir a porta a outras soluções.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo