Sociedade | 21-05-2024 07:00

Utentes do Médio Tejo afirmam ser necessário apostar na prevenção envolvendo as autarquias

Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo vão apresentar objectivos e reinvidicações ao Governo para melhorar prestação de cuidados de saúde na região.

A Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo continua a apresentar objectivos e reivindicações ao Governo para melhorar a prestação de cuidados de saúde nas unidades da região. Para a comissão é necessário apostar na prevenção da doença, envolvendo diversas entidades, como as autarquias. É preciso também investir num plano de promoção de literacia em saúde, assim como em recursos humanos, em número e qualificação, adequados às necessidades das unidades de saúde, com a adequada valorização salarial e profissional.
Os responsáveis, que prometem continuar a trabalhar para pressionar na implementação das medidas, exigem o funcionamento 24 horas por dia durante 365 dias por ano das cinco urgências da Unidade Local de Saúde do Médio Tejo, tal como o funcionamento regular de todas as extensões de saúde, “procurando soluções (adaptadas às realidades locais) para se prestarem cuidados de saúde de proximidade”, lê-se em comunicado.
Para a comissão é também importante a dinamização das especialidades hospitalares com o objectivo de reduzir os tempos de espera em consultas e cirurgias. Entre outras medidas, a Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo pede um plano de obras para construção nova e manutenção das instalações das unidades de saúde, o reforço da frota de transporte, melhores telecomunicações e humanização dos serviços e a articulação dos diversos níveis de prestação de cuidados.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo