Sociedade | 26-05-2024 12:00

Acabaram os maus cheiros provenientes da GREIF

Moradores dizem que após o abaixo-assinado nunca mais se sentiu no ar os maus cheiros que vinham da fábrica da GREIF. Empresa investiu na fábrica da Póvoa de Santa Iria e resolveu o problema dos odores.

Os moradores da zona envolvente à fábrica da GREIF, na Póvoa de Santa Iria, estão satisfeitos e dizem que desde Novembro do ano passado cessaram os maus cheiros provenientes da actividade da empresa. O abaixo-assinado dos moradores, noticiado por O MIRANTE em Outubro de 2023, surtiu efeito e o martírio do cheiro pestilento que entrava pelas casas parece ter chegado ao fim.
Rui Lopes, um dos moradores que dinamizou o abaixo-assinado, avançou ao nosso jornal que visitou há cerca de duas semanas as instalações da GREIF com um vizinho, tendo sido muito bem acolhido pelo director da fábrica, Vítor Murtinheira. “Fizemos uma visita guiada com o director, uma pessoa espectacular. Vimos que realmente foram feitos investimentos para melhorar a situação dos odores na fábrica e as tubagens eram novas”, afirmou o morador.
Rui Lopes diz ainda que após a visita ficou aberta uma linha de diálogo entre a empresa e a população, através do director da fábrica, para futuras situações.

PS e Chega ausentes de reunião
A Comissão de Ambiente e Ordenamento do Território da Assembleia de Freguesia da Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa reuniu com a empresa, nas instalações da GREIF, no dia 28 de Fevereiro. O MIRANTE teve acesso à acta onde a empresa explica que “uma das alterações que terá um grande impacto na redução dos odores é a troca da tinta solvente por uma tinta de água, que aguarda certificação alimentar para sua efectivação”.
O encontro não contou com nenhum representante do Partido Socialista nem do Chega. Estiveram representantes do movimento independente AIPMF, Coligação Nova Geração, CDU e Bloco de Esquerda.
Rui Lopes não ficou surpreendido com a ausência do Partido Socialista até porque “nunca estiveram muito interessados em revolver o problema”. Quanto ao Chega, que foi um dos que abordou o problema nas assembleias de freguesia e falou directamente com os moradores, “não se percebe porque não estiveram na reunião”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo