Sociedade | 27-05-2024 10:00

Pilaretes perigosos em Alhandra afinal são para manter apesar das críticas

Várias semanas depois do presidente do município ter afirmado em reunião de câmara que os polémicos pilaretes eram para ser removidos afinal apenas uma parte deles deverá ser retirado, para permitir a ampliação de uma faixa central.

Afinal, ao contrário do que o presidente do município de Vila Franca de Xira, Fernando Paulo Ferreira, tinha dado a entender em reunião de câmara, a totalidade dos polémicos pilaretes na Estrada Nacional 10 em Alhandra não vão ser removidos.
Mais de um mês depois do autarca ter dado a entender que aqueles polémicos pilaretes tinham o destino traçado, O MIRANTE apurou que afinal o plano em cima da mesa por parte da Infraestruturas de Portugal (IP) passa pela retirada de pilaretes mas não da totalidade das estruturas que ali foram colocadas: apenas os necessários para redesenhar e alargar a faixa central que permitirá viragens à esquerda para quem se desloca no sentido sul-norte.
Uma ideia que está a gerar queixas na comunidade e a alimentar a revolta nas conversas de café. O presidente da junta de freguesia, Mário Cantiga, confirma que continuam a chegar telefonemas à junta por parte de moradores a questionar quando é que os polémicos pilaretes são arrancados, já que além de provocarem filas intensas e prejudicar quem conduz naquele troço da EN10 também a segurança está em causa, como o nosso jornal já deu nota, pois impossibilitam a passagem de veículos de socorro nas horas de maior trânsito. A O MIRANTE o presidente da junta diz estar a perder a esperança de ver aqueles pilaretes removidos, continuando a criticar a intervenção ali feita pela Infraestruturas de Portugal e o transtorno que a situação tem provocado na comunidade. O assunto gerou tanta polémica que nem a IP quis responder às questões feitas por O MIRANTE. O presidente da câmara já tinha classificada de “inusitada” e sem aviso a colocação daqueles pilaretes mas não se livrou das queixas da oposição CDU, Chega e coligação Nova Geração (PSD/PPM/MPT), que têm acusado o autarca de ser brando na defesa dos interesses da comunidade.
“O que queremos é o alargamento da faixa de viragem para a esquerda, que é a única forma de descongestionar a faixa de quem segue para VFX. Já reuni com a vice-presidente da IP para lhe transmitir isto e os serviços técnicos da câmara estão reunidos com os técnicos da IP para mostrar os constrangimentos que a obra tem causado”, explicava Fernando Paulo Ferreira, esperando-se desenvolvimentos sobre o assunto nas próximas semanas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo