Sociedade | 31-05-2024 07:00

Xico das Várzeas: o guardador de gado bravo e das tradições

Xico das Várzeas: o guardador de gado bravo e das tradições

Francisco da Silva fez-se campino ao mesmo tempo que aprendia os números e as letras do alfabeto na herdade que foi simultaneamente posto de trabalho e de ensino. Xico das Várzeas, como é conhecido, foi o escolhido para ser homenageado na Feira de Maio, em Azambuja. Na foto com a mulher e o seu filho.

A herdade Vacas Carvalho, a que lhe deu o primeiro emprego como guardador de vacas bravas, foi também o lugar onde Francisco Manuel da Silva teve oportunidade de iniciar o seu percurso escolar. Acabou por escapar à tropa porque “os militares não o quiseram” por lá e foi o campo que o voltou a receber. Fez-se campino, ingressou na casa Infante da Câmara aos 22 anos e hoje, aos 66, por lá continua. Este ano, o Xico das Várzeas, como é conhecido entre os seus pares, sem que disso estivesse à espera, foi o campino homenageado na bicentenária Feira de Maio, a mais castiça das festas do Ribatejo e uma das que faz parte do seu calendário e das memórias de uma vida dedicada às tradições ribatejanas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo