Sociedade | 03-06-2024 10:00

Tomar aposta no combate à pobreza infantil e exclusão social

O município de Tomar já tem Núcleo Local de Garantia para a Infância. O protocolo foi assinado no passado dia 22 de Maio e tem como principal objectivo reduzir em 50% até 2030 o número de crianças em situação de pobreza.

O concelho de Tomar vai trabalhar para reduzir no mínimo em 50%, até 2030, o número de crianças em situação de pobreza. Foi assinado no passado dia 22 de Maio, nos Paços do Concelho, o protocolo de parceria para a implementação e acompanhamento do Núcleo Local de Garantia para a Infância. Na cerimónia estiveram presentes a vice-presidente da Câmara de Tomar, Filipa Fernandes, e a coordenadora nacional da Garantia Para a Infância, Sónia Almeida. Marcaram também presença convidados do Núcleo Local de Acção Social do município.
Tomar junta-se agora a um grupo de 74 autarquias espalhadas por todo o país. Pretende-se com este protocolo que exista um trabalho conjunto em Tomar para atingir o propósito nacional de reduzir o número de crianças em situação de pobreza. O protocolo assinado refere que os parceiros se comprometem a colaborar no combate à pobreza infantil e à exclusão social. O município tem que garantir que será feita uma abordagem diagnóstica das problemáticas que contemple as áreas sectoriais responsáveis pelos serviços essenciais respeitantes a cuidados de primeira infância, educação e actividades em contexto escolar, saúde, alimentação saudável e habitação adequada. Terá também de assegurar uma intervenção e acompanhamento de proximidade junto das crianças e jovens mais vulneráveis. Com o núcleo pretende-se eliminar os problemas identificados e extinguir ou reduzir as suas causas e origens, garantindo ainda a igualdade de acesso das crianças e jovens aos serviços.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo