Sociedade | 12-06-2024 15:00

Boas notícias em Santarém com a recuperação dos apartamentos da antiga EPC

Boas notícias em Santarém com a recuperação dos apartamentos da antiga EPC
Obras de requalificação dos blocos de apartamentos, que vão ser postos no mercado imobiliário, já arrancaram

Os blocos de apartamentos que serviram os oficiais da antiga Escola Prática de Cavalaria em Santarém foram vendidos a empresas privadas, que os vão recuperar e colocar no mercado de habitação. Durante uma dúzia de anos estiveram ao abandono e a degradar-se.

É uma boa notícia para quem está farto de ver o estado de abandono e degradação a que chegaram os quatro blocos de apartamentos da antiga Escola Prática de Cavalaria, em Santarém: as obras de requalificação daqueles prédios já começaram e o objectivo é serem colocados no mercado de habitação. Depois de mais de uma dúzia de anos devolutos e sem préstimo, a Câmara de Santarém conseguiu vender no ano passado os quatro blocos, cada um com oito apartamentos, a quatro promotores imobiliários, arrecadando com isso perto de um milhão de euros.
Na hasta pública de 28 de Julho de 2023, que levou à alienação daquele património pelo município, a base de licitação para cada um dos blocos foi de 217.580 euros e dessa vez apareceram interessados. Quatro sociedades apresentaram propostas para aquisição de um ou mais blocos e, curiosamente, nas licitações que se seguiram à abertura das propostas, cada empresa acabou por ficar com um bloco.
O bloco 1 foi adjudicado por 230.000,10 euros à empresa Afonso Leonardo Lda; o bloco 2 foi adjudicado à empresa Sucesso Digital Lda por 226.553 euros; o bloco 3 foi adjudicado à empresa Ricardos & Silvério Lda por 240.900,11 euros; e o bloco 4 foi adjudicado à empresa Vontade Mágica Lda 239.800,11 euros. No total, o município encaixou cerca de 937 mil euros.
A autarquia já tinha tentado vender anteriormente aqueles prédios em hasta pública, não tendo nessas ocasiões surgido interessados. Daí ter baixado substancialmente o valor base de licitação para cada bloco, que chegou a ser mais do dobro do que foi estabelecido nesta última tentativa de venda.
Os antigos blocos habitacionais chegaram a estar destinados a residências de estudantes mas regressaram no ano passado à posse plena do município, gorada que foi a candidatura a fundos do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para esse fim, num processo conduzido pelo Instituto Politécnico de Santarém.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo