Sociedade | 24-06-2024 21:00

Furtos em residências em Constância alarmam população

Este ano já ocorreram diversos furtos em Constância registados pela GNR, o que tem aumentado a percepção de insegurança entre alguns habitantes. O último caso foi um furto na residência de uma idosa, perpetrado por duas mulheres.

Uma idosa residente no bairro de Preanes, em Constância, foi vítima de furto no interior da sua residência, depois de ter sido abordada por duas mulheres que lhe bateram à porta. A moradora terá permitido a entrada a uma das mulheres e acabou por ficar sem diversos artigos, não especificados. O caso deu-se no dia 7 de Junho e foi confirmado a O MIRANTE pelo Comando Territorial da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Santarém. Não houve recurso a armas por parte das criminosas. Esse caso aumentou a percepção de insegurança junto da população da pacata vila de Constância, até porque meses antes tinha ocorrido outro furto em residência, nas proximidades do quartel dos Bombeiros de Constância, que a GNR diz estar em fase de investigação, “encontrando-se os militares da Guarda a desenvolver todas as diligências inerentes ao processo”. Fonte que conhece a família lesada disse a O MIRANTE que terá sido furtada uma elevada soma em dinheiro, na ordem das dezenas de milhares de euros.
A GNR revelou ao nosso jornal que desde o início deste ano, e até ao dia 13 de Junho, teve registo de dois furtos em residência, quatro furtos de combustível, um furto de veículo motorizado e um furto de metais não preciosos no concelho de Constância, não existindo qualquer registo de crimes de roubo.
Sobre uma alegada falta de efectivos da GNR em Constância, relatada por alguns populares, a Guarda Nacional Republicana afirma que “irá manter sempre as acções necessárias e o planeamento meticuloso face às necessidades operacionais, atentos os recursos disponíveis, tendo por base os princípios da flexibilidade e eficácia na gestão dos meios, por forma a garantir sempre o cumprimento missão, empregando todos os esforços para assegurar a presença junto das populações e responder às suas necessidades, proporcionando permanentemente a garantia da segurança e tranquilidade pública”.
Contactado por O MIRANTE o presidente da Câmara de Constância, Sérgio Oliveira, disse ter tido conhecimento desses furtos em residências. “Lamento profundamente o sucedido e deixo uma palavra de solidariedade às vítimas”, referiu. Sobre o número de efectivos da GNR no concelho, o autarca considera que “neste momento o posto da GNR de Constância tem o número de efectivos suficientes, e o número de operações nas localidades tem vindo a aumentar”.
“O concelho de Constância é um dos territórios da região e o do País com uma das mais baixas taxas de criminalidade. Acredito que estas situações foram casos pontuais. No entanto, em conjunto com a GNR, andaremos atentos e tudo faremos para proteger as populações que servimos”, conclui Sérgio Oliveira.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo