Sociedade | 25-06-2024 10:00

População adere às bicicletas partilhadas em Benavente mas aponta alguns problemas

População adere às bicicletas partilhadas em Benavente mas aponta alguns problemas
Fernando Bandeira, de 58 anos, é um dos utilizadores frequentes em Benavente

Em dois meses, os utilizadores das baGO das Lezírias Ribatejanas mostram-se satisfeitos, mas apontam algumas avarias ou situações pontuais de inoperacionalidade das bicicletas colocadas à disposição da população pela Câmara de Benavente.

As baGO das Lezírias Ribatejanas começaram a circular no dia 24 de Março e, praticamente dois meses depois, entre ajustes e afinações, foram já realizadas mais de 800 viagens nas bicicletas partilhadas postas à disposição pelo município em Samora Correia e Benavente. Na página da Câmara de Benavente na Internet informa-se que existiam 263 utilizadores em Junho. Outro dado estatístico, actualizado a 14 de Junho, dava conta de 802 viagens efectuadas, mais 83,33% do que na semana anterior, tendo-se realizado um total de 789,36 quilómetros.
Fernando Bandeira, um utilizador assíduo do sistema em Benavente, elogia a iniciativa e a utilidade das bicicletas para resolver diversos assuntos do dia a dia. “Está a ser porreiro usar as bicicletas, seja para passear ou para, por exemplo, resolver outras coisas, como ir ao supermercado”, diz o operador de máquinas de 58 anos. O utilizador adverte, porém, a necessidade de estar atento ao estado dos veículos. “É preciso ter atenção porque, como pode ver, aquela ali está com o pneu furado”, alerta enquanto aponta para a bicicleta que estava estacionada ao lado da sua.
Nem tudo é um mar de rosas. O mesmo munícipe, apesar de reconhecer que “a experiência tem sido muito boa”, além das vantagens ambientais em andar de bicicleta, não esquece o período de quase um mês em que as bicicletas não estiveram operacionais. “Estava tudo avariado, com a luz vermelha, mas nas últimas semanas tem estado operacional. Foi um pouco aborrecido porque as pessoas queriam usar, chegavam aqui e não era possível”, descreve.
Questionado sobre se tem identificado sinais de vandalismo nestes equipamentos de mobilidade verde, Fernando Bandeira refuta a existência desses actos. “Há efeitos dissuasores como a presença de sinal GPS nas bicicletas e a cedência de dados pessoais para poder usar as bicicletas”, adverte. Já o presidente da Junta de Freguesia de Samora Correia, Augusto Marques, destaca a simplicidade do processo para obter o cartão de uso, facilitando o acesso dos cidadãos a este meio de transporte sustentável.
Os interessados em experimentar as bicicletas de uso partilhado do município de Benavente podem solicitar o cartão de uso nos postos de atendimento nas piscinas de Benavente e Samora Correia, no serviço de taxas e licenças da Câmara de Benavente e na extensão de serviços da câmara em Samora Correia. O cartão provisório é emitido de imediato.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo