Sociedade | 28-06-2024 18:00

Técnicos das autarquias com “saber divino” criticados por presidente da AIP

Técnicos das autarquias com “saber divino” criticados por presidente da AIP
José Eduardo Carvalho apelou ao voluntarismo e à mobilização para travar o definhamento económico da região ribatejana

Distrito está estagnado e parece que poucos se importam com isso. Alerta foi deixado por várias vozes durante uma conferência da SEDES, onde foi criticada a ausência de autarcas. “Somos um distrito em declínio mas parece que já sabemos tudo.”

O território que corresponde ao distrito de Santarém tem perdido população de forma acentuada nas últimas décadas e apresenta índices económicos preocupantes mas não há regiões condenadas à estagnação económica de forma irreversível. Para combater essa realidade é necessária mobilização dos agentes económicos e sociais, das autarquias e instituições de ensino mas, pelo que se viu numa conferência promovida em Santarém pela SEDES - Associação para o Desenvolvimento Económico e Social, há muito trabalho a fazer, pois os autarcas presentes contavam-se pelos dedos de uma mão.

O poder excessivo dos técnicos de urbanismo das autarquias
José Eduardo Carvalho levantou algumas questões até agora ignoradas, ou menos discutidas, sobre a falta de coragem política dos autarcas para contrariarem os técnicos de urbanismo das autarquias que, segundo ele, não têm saber divino para, quando querem, inviabilizarem projectos estruturantes para a região.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo