Sociedade | 29-06-2024 10:00

Moradores da Golegã queixam-se do pó e do ruído causados por camiões

Moradores da Golegã queixam-se do pó e do ruído causados por camiões
Dulce Morgado é uma das moradoras que se queixa do pó e do ruído causados por camiões. FOTO DR

Moradores da Rua do Messegeiro, na Golegã, não podem abrir as janelas de casa ou estender roupa devido ao pó levantado pelos veículos que estacionam no parque de camiões perto das suas moradias.

A entrada e saída de camiões do parque de estacionamento na Rua do Messegeiro, na Golegã, está a prejudicar os moradores devido ao pó e ao ruído. Dois meses depois de Dulce Morgado, António Costa, Maria Matias e Miguel Ribeiro se terem deslocado à Assembleia Municipal da Golegã para exporem o problema, o parque vai ser alcatroado e vai ser colocado um sinal de proibição de ruído das 22h00 às 07h00.

A informação foi dada pelo presidente da Câmara da Golegã na assembleia municipal realizada a 26 de Junho. António Camilo explicou ainda que foram contactados os proprietários dos veículos para passarem a estacionar no Hippos, mas os proprietários dizem ter sido alvo de roubo de gasóleo, tendo-se optado por manter o estacionamento perto da GNR.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo