Sociedade | 01-07-2024 07:00

Desenvolvimento do concelho de Ourém depende muito do seu tecido empresarial

Desenvolvimento do concelho de Ourém depende muito do seu tecido empresarial
Luís Albuquerque

Especialistas da área empresarial e turística participaram numa conferência para destacar o potencial do território de Ourém, afirmando que as empresas e o turismo são factores determinantes para o seu desenvolvimento.

Ourém acolheu na tarde de 18 de Junho a conferência “Ourém 2030 – Construir Futuro: afirmação e desenvolvimento do concelho”. A iniciativa discutiu o concelho e o papel das empresas, do novo quadro comunitário e os mecanismos de apoio ao desenvolvimento económico. O presidente da autarquia, Luís Albuquerque, destacou o dinamismo do tecido empresarial e o quase pleno emprego que se verifica no território. Salientou também alguns projectos camarários que pretendem responder às necessidades identificadas, como é exemplo a Área de Acolhimento Empresarial de Freixianda, assim como o projecto de ampliação da Zona Industrial da Chã e da Zona Industrial de Casal dos Frades.
Domingos Lopes, oureense e presidente do conselho directivo do IEFP, abordou “O desafio das políticas do Emprego e Formação Profissional”. Apontou a inovação tecnológica e automação, a desigualdade e inclusão social, a globalização e as mudanças demográficas como os grandes desafios. Purificação Reis, presidente da ACISO, focou-se numa caracterização aprofundada do tecido empresarial concelhio. Realçou a preponderância do turismo religioso e salientou alguns dos constrangimentos identificados, assim como possíveis caminhos para um contínuo desenvolvimento do sector. O secretário executivo da CIM Médio Tejo, Miguel Pombeiro, expôs uma apresentação intitulada “Os projetos da CIM Médio Tejo. Apostas para Ourém e para a região”. Miguel Pombeiro destacou o dinamismo turístico da região e a relação entre a tecnologia, economia e ambiente que sustenta a Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial da Região do Médio Tejo 2021-2027.
O presidente do Turismo Centro de Portugal, Raul Almeida, falou sobre “Indústria de paz e desenvolvimento”, apontando como primeira ideia a certeza de que Portugal é um país seguro. As intervenções encerraram com Jorge Brandão, vogal executivo da Comissão Directiva do Centro 2030, que salientou “Os desafios do novo quadro comunitário PT2030”. Paulo Moura de Mesquita, presidente Executivo da Brand Builders, expôs a experiência adquirida da empresa que centra a sua actuação na definição de estratégias de captação de investimento. A conferência “Ourém 2030 – Construir Futuro: Afirmação e Desenvolvimento do Concelho” teve organização do jornal Região de Leiria.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo