Sociedade | 03-07-2024 07:00

Acidentes nas estradas da região fizeram 38 vítimas mortais no último ano

Acidentes nas estradas da região fizeram 38 vítimas mortais no último ano
No último ano morreram 38 pessoas na região em acidentes de viação

Mau estado do piso, excesso de velocidade e ultrapassagens mal calculadas continuam a ser as principais causas dos acidentes de viação. Relatório da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária mostra que Vila Franca de Xira e Benavente foram os concelhos onde se registaram mais mortes.

Vila Franca de Xira e Benavente são os concelhos da região onde ocorreram mais acidentes de viação com vítimas mortais no último ano, segundo dados do relatório anual de sinistralidade da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). Ao todo, em toda a região ribatejana, 38 pessoas perderam a vida no último ano em acidentes de automóvel, a maioria em virtude de colisões e despistes provocados sobretudo por ultrapassagens mal calculadas, excesso de velocidade e mau estado do piso.
Em Vila Franca de Xira seis pessoas morreram e as estradas mais perigosas são o troço da Auto-Estrada do Norte (A1) que atravessa o concelho, seguida da Estrada Nacional 10 e Estrada Nacional 1. Segue-se nas estatísticas o concelho de Benavente com registo de cinco mortes, seguido de Salvaterra de Magos com quatro vítimas mortais e Ourém com três vítimas de acidente. Vêm depois vários municípios com registo de dois mortos em acidentes rodoviários no último ano: Alcanena, Alenquer, Azambuja, Tomar, Almeirim, Abrantes e Sardoal.
No relatório da ANSR aparece também registo de um morto ao volante nos concelhos de Arruda dos Vinhos, Rio Maior, Cartaxo, Torres Novas, Chamusca e Coruche. Já na contabilidade por distrito, Santarém viu aumentar em 11% o número de vítimas mortais em comparação com o ano anterior: mais três que em 2023. Na globalidade, os dados da ANSR apontam para um aumento no número de acidentes, com nove distritos a ver aumentar o número de acidentes com vítimas mortais, incluindo Santarém, Castelo Branco e Porto. O distrito de Santarém aparece ainda em destaque no relatório anual por ter sido o que, a nível nacional, mais viu aumentar o número de acidentes com feridos graves (+9,4% que o ano anterior), juntamente com Lisboa (+12,8%) e Porto (+9,2%).
Já no distrito de Lisboa, onde se encontram Alenquer, Arruda dos Vinhos, Azambuja e Vila Franca de Xira, o saldo é mais positivo, havendo registo de uma redução da sinistralidade com vítimas mortais em 22% face ao ano anterior, com menos 13 mortos ao volante. Na região os locais onde mais gente morreu foram a Estrada Nacional 118 (Benavente), A1 (em VFX e Alcanena), EN10, Avenida Doutor Mário Soares (Rio Maior), IC9 (Tomar), EN3 (Cartaxo/Azambuja), EN113, EN358 (Abrantes) e EN251 (Coruche).

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo