Sociedade | 05-07-2024 12:00

Abrantes garante 64 novos apartamentos a custos acessíveis

Abrantes garante 64 novos apartamentos a custos acessíveis

Entre reabilitações e novas construções, município de Abrantes vai investir 8,5 milhões de euros em habitação a custos acessíveis. Intervenções serão geridas pelo IHRU e financiadas pelo Plano de Recuperação e Resiliência.

Vão estar disponíveis a curto/médio prazo 64 novos apartamentos a custos acessíveis em Abrantes. Na reunião de câmara realizada no dia 25 de Junho foram aprovadas, por unanimidade, as novas minutas de Acordo de Colaboração entre a Comunidade Intermunicipal Médio Tejo (CIMT), o município de Abrantes e o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) referentes à reformulação da candidatura ao projecto de reabilitação do Edifício D. Francisco de Almeida (antiga Galeria Municipal de Arte, junto à Praça Raimundo Soares). Serão aproveitadas as áreas do último piso, permitindo a disponibilização de 14 apartamentos, a custos acessíveis, ou seja, mais três do que o inicialmente contratado.
Brevemente será assinado um outro contrato de direito de superfície para reabilitação de apartamentos, de propriedade municipal, na Rua José Estevão, localizados junto ao edifício dos Paços do Concelho, que vão resultar em mais seis apartamentos a custos acessíveis.
No âmbito do protocolo de cooperação dos “Projectos de Habitação a Custos Acessíveis do Médio Tejo”, celebrados entre a CIMT, o IHRU e o município, foi assegurada a disponibilização de 64 novos apartamentos, entre reabilitações e novas construções (centro histórico de Abrantes, Rossio ao Sul do Tejo e Tramagal), representando um investimento total de 8,5 milhões de euros. “Uma medida que pretende dar resposta à dificuldade de acesso a habitação, oferecendo soluções habitacionais a custos acessíveis para as famílias, em particular para os jovens casais, que não encontram respostas no mercado tradicional por incompatibilidade entre os seus rendimentos e os valores de renda praticados nos dias de hoje”, refere a autarquia em comunicado. As intervenções, que serão geridas pelo IHRU e financiadas pelo PRR – Plano de Recuperação e Resiliência.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo