Sociedade | 10-07-2024 18:00

Ourém tem sido exemplo no aproveitamento de fundos para melhorar qualidade de vida no concelho

Ourém tem sido exemplo no aproveitamento de fundos para melhorar qualidade de vida no concelho
TEXTO COMPLETO DA EDIÇÃO SEMANAL
Dia do Município de Ourém celebrou-se a 20 de Junho. Foto CM Ourém

Concelho de Ourém tem recebido milhões de euros de fundos comunitários para investir na melhoria da qualidade de vida e das infra-estrururas. No Dia do Município várias entidades inauguraram obras estruturantes no concelho.

Foram várias as entidades que marcaram presença no dia 20 de Junho para assinalar o Dia do Município de Ourém. As comemorações iniciaram com a cerimónia do Hastear das Bandeiras, a que se seguiu a inauguração do troço entre a rotunda dos Álamos e a rotunda do Ribeirinho. A presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro, Isabel Damasceno, que marcou presença nas cerimónias, sublinhou a capacidade do município na captação de fundos comunitários, postura que se materializa na apresentação de obra feita e numa “transformação da cidade e na criação de novas centralidades, com a realização de investimentos importantes para o desenvolvimento económico do concelho”, disse. Isabel Damasceno realçou que a autarquia vai ser das primeiras a ser apoiada no âmbito do programa Centro 2030.
O presidente da câmara, Luís Albuquerque, sublinhou a importância do enquadramento da empreitada no novo quadro comunitário de apoio, beneficiando de 85% de financiamento no total do investimento. Segundo o edil, este complemento à requalificação da Avenida D. Nuno Álvares Pereira “dignifica a entrada da cidade”. O autarca anunciou que a curto prazo vão ser apresentadas mais duas candidaturas a fundos comunitários, para intervir na Avenida Irmã Lúcia de Jesus, em Fátima, e para concluir a requalificação da Avenida Francisco Sá Carneiro, com a construção de uma ligação à Rua Teófilo Braga.
A comitiva dirigiu-se depois para a Rua Tenente-Coronel Moreira Lopes, via que também foi formalmente inaugurada após recente requalificação. Luís Miguel Albuquerque sublinhou a importância das várias intervenções concretizadas na cidade, situação que terá continuidade com mais projectos estruturantes, já que “Ourém precisa e merece”. A terminar a ronda de inaugurações, a comitiva deslocou-se para a nova Área de Acolhimento Empresarial de Freixianda, projecto há muito ambicionado e cuja inauguração contou com a presença do secretário de Estado do Planeamento e Desenvolvimento Regional, Hélder Reis. A CCDR Centro contribuiu para o financiamento do projecto em sensivelmente três milhões de euros e poderá vir a reforçar a comparticipação comunitária em 600 mil euros. Neste investimento de quase 4,6 milhões de euros, Luís Albuquerque diz acreditar que, com a venda dos lotes, sejam apurados cerca de 1,2 milhões de euros, o que confirma que “este é um projecto de sucesso e com viabilidade financeira”.

Bom aproveitamento dos fundos comunitários

Luís Albuquerque destacou o facto do concelho de Ourém ter vindo a receber milhões de euros, através de fundos comunitários, que têm servido para melhorar diversos equipamentos e construir outros tantos que ainda não existiam. “Entre os programas Portugal 2020, Plano de Recuperação e Resiliência e Portugal 2030, são disponibilizados ao município cerca de 60 milhões de euros, que correspondem a investimentos superiores a 75 milhões. Parte destes já foram executados, ou estão em fase de execução, e esperamos continuar a ser um bom exemplo na execução do PRR e do Portugal 2030”, disse durante as cerimónias do Dia do Município.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo