uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Vila Franca de Xira é a cidade onde mais gente precisa de casa

Vila Franca de Xira é a cidade onde mais gente precisa de casa

Município atribuiu sete novas habitações sociais no concelho. A ambição é que a câmara venha a avançar, no futuro, com a requalificação de outros edifícios municipais degradados existentes nos centros históricos para os transformar em habitações destinadas a arrendamento jovem.

Edição de 21.09.2017 | Economia

Vila Franca de Xira é a cidade que, naquele concelho ribatejano, tem mais gente a precisar de habitações sociais. A informação foi avançada pelo município à margem da última cerimónia pública de entrega de habitações sociais naquele concelho, realizada na tarde de 13 de Setembro.
“É em Vila Franca de Xira que se sente mais a procura. As fracções que distribuímos são entregues independentemente do território, sendo que atribuímos casas por todo o concelho e as pessoas têm de se adaptar às circunstâncias. Mas é de facto em Vila Franca que continua a haver um índice de necessidade maior em relação às outras freguesias”, explica Alberto Mesquita (PS), presidente do município a O MIRANTE.
Actualmente não existem casas do parque municipal que estejam degradadas, afiança Fátima Antunes, vereadora com o pelouro da habitação. Das 1129 casas todas estão em condições de serem habitadas. É o resultado de uma “aposta forte” do executivo ao longo dos últimos quatro anos, acrescenta a autarca.
“Quando começámos este processo, em 2013, tínhamos 120 casas que não tinham condições de ser habitadas. Pugnámos para que fosse alterado o regulamento para que essas casas também pudessem ser disponibilizadas mediante alguns critérios. Isso permitiu que muitas famílias pudessem candidatar-se. Estamos disponíveis para fornecer materiais e dar alguma ajuda técnica e as pessoas colaborarem. Resultou e muitas pessoas aderiram e todas as casas ficaram em condições para serem habitadas”, explica Alberto Mesquita.
A ambição é que a câmara venha a avançar, no futuro, com a requalificação de outros edifícios municipais degradados existentes nos centros históricos para os transformar em habitações destinadas a arrendamento jovem.
O município entregou sete novas fracções a famílias com necessidade numa cerimónia pública realizada nos Paços do Concelho. Neste concurso ficaram ainda 107 pessoas à espera de vaga. “Em relação ao concurso anterior tivemos menos gente em espera. No último foram mais de 300 pessoas e agora 107”, ressalva Fátima Antunes.

Vila Franca de Xira é a cidade onde mais gente precisa de casa

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...