uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Bairro do Brejo em Alverca continua esquecido

Três abaixo-assinados depois, a zona continua com um aspecto abandonado e a precisar de obras. Morador foi pessoalmente pedir ao presidente da câmara que olhe para os problemas.

Edição de 21.12.2017 | Sociedade

Desordenamento de trânsito, falta de sinalização, casas abandonadas e degradadas em derrocada para a via pública, falta de passeios e de correcta drenagem pluvial que causa pequenas inundações junto a algumas casas são alguns dos vários problemas com que os moradores da zona do Brejo, em Alverca do Ribatejo, concelho de Vila Franca de Xira, continuam a ter de lidar.
A estes somam-se outros que aguardam há anos por resolução, como espaços verdes a precisar de cuidado, escadas perigosas sem corrimões e mato por cortar. Manuel Guerreiro já promoveu três abaixo-assinados com moradores do bairro. O primeiro com 100 assinaturas, o segundo com 540 e o último com mais de 750. Mas sempre sem que tivessem produzido qualquer resposta.
Na última semana, em reunião de câmara, o morador foi entregar pessoalmente ao presidente do município, Alberto Mesquita, uma missiva com todos os problemas que carecem de resolução urgente. O autarca prometeu “olhar com atenção” para as matérias e “ver o que pode ser resolvido”.
Aquela zona habitacional parece esquecida pelos políticos há anos. Quem ali vive diz-se cansado de mandar e-mails, telefonar e reclamar. Talvez por isso muitos tenham simplesmente desistido e conformaram-se com o estado da zona.
Para os moradores do vizinho bairro da AMA o cenário é também “desolador”, dizem. Os moradores da zona reclamam também sobre a insegurança na Estrada da Arruda (Nacional 10-6), problemas de insalubridade e falta de pinturas na Rua do Brejo, falta de muros de protecção na rua projectada ao Choupal, necessidade de demolição de uma casa abandonada junto ao bairro da AMA, falta de iluminação pública na rua Olival das Minas, reparação de passeios na Várzea do Brejo e maus cheiros provenientes dos esgotos que escorrem para o rio Crós-Cós.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...