Cavaleiro Andante | 15-12-2022 10:00

O sabor amargo do próprio veneno

O sabor amargo do próprio veneno

Já diz o velho provérbio que só provando o próprio veneno é que se sabe o gosto que o mesmo tem

Já diz o velho provérbio que só provando o próprio veneno é que se sabe o gosto que o mesmo tem. Foi o que aconteceu aos socialistas que governam a Câmara de Azambuja e que aprovaram, com o apoio da CDU, um regulamento que não permite que sejam alteradas propostas na reunião em que são apreciadas. Na última, realizada a 6 de Dezembro, o presidente do município, Silvino Lúcio, bem tentou que a coisa passasse despercebida ao “fazer uma proposta à câmara” para que se alterasse o ano 2022 para 2023 escrito na proposta de tarifário da água para aplicar no próximo ano. Só que o vereador do PSD, Rui Corça - que já ia com ela estudada - recordou as regras, até porque, em Janeiro, não foi permitido acrescentar um “s” numa proposta a pedido da oposição. O Cavaleiro Andante como já conhece de ginjeira a teimosia rosa de Azambuja, até aposta que o regulamento, por mais problemas que venha a dar no futuro, vai continuar inalterado. Ide em paz e que nenhum morra envenenado....

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo