Não é preciso exagerar...

Não é preciso exagerar...

A discussão sobre a localização do novo aeroporto de Lisboa enferma de clubite aguda, com os apoiantes de cada opção a defenderem os seus argumentos de forma mais ou menos fundamentada.

A discussão sobre a localização do novo aeroporto de Lisboa enferma de clubite aguda, com os apoiantes de cada opção a defenderem os seus argumentos de forma mais ou menos fundamentada, vigorosa e, nalguns casos, até bastante criativa quando toca a apontar as desvantagens da concorrência. Na conferência “Aeroporto de Lisboa: O que falta avaliar”, que decorreu no dia 20 de Junho, na Universidade Católica de Lisboa, um comandante reformado da TAP sublinhou a impraticabilidade de deslocar o aeroporto para o Campo de Tiro da Força Aérea, no concelho de Benavente, devido às implicações logísticas e de tempo para tripulantes e passageiros. “Não é um aeroporto que está a duas horas e meia de Cascais ou de Sintra que vai funcionar”, referiu. O Cavaleiro Andante acredita que o ex-comandante, de tanto andar pelo ar, perdeu a noção da realidade terrena, nomeadamente sobre a distância entre locais e as estradas existentes para os ligar. É que essas duas horas e meia levam-se hoje para ir de Cascais ou Sintra até ao aeroporto… do Porto. Isto, claro, se não houver azares nas auto-estradas....

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo