O MIRANTE | 27-11-2022 09:00

Empresa líder no mercado da comida pronta tem nas pessoas o seu maior activo

Empresa líder no mercado da comida pronta tem nas pessoas o seu maior activo
GALARDÃO EMPRESA DO ANO
Pompeu Capelo, Xavier Perez, Emma Perez e Sérgio Rodrigo

Dunany Foods é uma empresa sediada em Samora Correia, que em três anos tornou-se líder de mercado na produção de comida pronta.

Durante esse período quadruplicou a facturação e o número de funcionários. Em breve vão investir na ampliação da fábrica e na criação de uma nova linha de produção.

A Dunany Foods é uma empresa sediada em Samora Correia, líder de mercado na produção de comida preparada. Xavier Perez, Sérgio Rodrigo e Pompeu Capelo são os rostos da empresa que em três anos de actividade em Portugal aumentou quatro vezes o volume de facturação e o número de funcionários. A sua filosofia está bem definida: proporcionar às pessoas uma experiência gastronómica como se elas próprias tivessem cozinhado para a família ou amigos. “Cozinha de inovação” é um conceito da empresa que prima por se manter actualizada e apresentar receitas novas para estar dois passos à frente da concorrência.
A Dunany Foods é nova em Portugal mas beneficia da experiência de quase duas décadas em Espanha, através de uma empresa que pertenceu à família de Xavier Perez. A Dunany Foods instalou-se em Portugal com objectivo de colmatar a falta de qualidade que existia no mercado da comida pronta, tendo em conta que, na opinião dos administradores, há cada vez menos tempo para as pessoas cozinharem nas suas casas. A aposta envolveu um investimento de cerca de dois milhões de euros em máquinas e equipamentos modernos num espaço que já tinha funcionado por pouco tempo na área da alimentação, o que facilitou a instalação.
No arranque a empresa tinha menos de duas dezenas de trabalhadores, sendo que cerca de metade desempenhava tarefas administrativas. O número depressa aumentou e actualmente a empresa conta com 80 funcionários e prevê-se que a médio prazo atinja a centena de funcionários. Um aumento que está relacionado com os investimentos previstos para aumentar a capacidade de produção. “O maior activo da empresa são as pessoas. São elas que vão dar valor ao nosso produto”, afirma Xavier Perez, acrescentando que dentro de pouco tempo vai iniciar-se a ampliação da fábrica e a criação de uma nova linha de produção, num investimento considerável, tendo em conta que há máquinas que custam mais de meio milhão, adianta.
A Dunany Foods tem clientes de peso na área da grande distribuição e muito do que é produzido vai para exportação, nomeadamente para Espanha. A outra parte tem como destino clientes nacionais, onde se incluem os grupos Sonae, Mercadona, Jerónimo Martins, Auchan entre outras grandes cadeias. A unidade industrial produz massas, risotos, lasanhas, pratos assados e gratinados. São produzidas mais de 60 mil refeições por semana. A missão da empresa, segundo os proprietários, é confeccionar produtos que sejam os mais saudáveis possíveis e continuar a crescer de forma sustentável, minimizando o impacto no consumidor final do aumento dos custos dos produtos alimentares.

De uma oportunidade surgiu um grande negócio

No primeiro ano de actividade, a Dunany Foods obteve cerca de dois milhões de euros de receitas. No segundo ano mais que duplicou o valor, atingindo perto de cinco milhões. No terceiro ano a empresa ultrapassou os oito milhões de euros, um aumento que deixa orgulhosos os administradores e toda a equipa de trabalho.
A Dunany Foods nasce de uma aposta forte dos espanhóis Sérgio Rodrigo e Xavier Perez. A ideia de criar a fábrica em Samora Correia, no concelho de Benavente, nasceu depois de os três empreendedores terem saído da empresa onde trabalhavam em Espanha, na qual constituíam o núcleo duro e responsáveis pelos produtos e receitas que eram vendidas.
Saíram por mútuo acordo, conseguiram um contrato de longa duração com um novo cliente e precisavam rapidamente de construir uma nova fábrica. Foi quando surgiu a oportunidade de Samora Correia, que já tinha uma fábrica deste ramo pronta para receber uma nova fábrica do género. Com um investimento inicial de cerca de dois milhões de euros, a empresa rapidamente recuperou o investimento.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo