O MIRANTE | 27-11-2022 08:00

Poucos se atrevem a ser do contra e os dirigentes de fibra estão em extinção

Poucos se atrevem a ser do contra e os dirigentes de fibra estão em extinção
GALARDÃO EMPRESA DO ANO
Joaquim António Emídio discursou na abertura da 21ª edição do Galardão Empresa do Ano

Na entrega de prémios Galardão Empresa do Ano o director-geral de O MIRANTE, que promove a iniciativa há 21 anos, criticou o dirigismo associativo na área empresarial

Na entrega de prémios Galardão Empresa do Ano o director-geral de O MIRANTE, que promove a iniciativa há 21 anos, criticou o dirigismo associativo na área empresarial e disse que a maioria vive amordaçado por causa dos apoios de que dependem. Joaquim António Emídio não esqueceu a importância dos leitores que ajudam a alimentar, com informação, o jornal que completou 35 anos e que tem sido capaz de sobreviver e crescer mesmo fazendo o escrutínio do poder.

O director-geral de O MIRANTE, Joaquim António Emídio, disse na abertura da 21ª edição do Galardão Empresa do Ano que os empresários continuam numa posição de “subalternos dos poderes de Lisboa e das entidades que governam o Estado”. Na cerimónia que decorreu no Convento de São Francisco, em Santarém, na quinta-feira, dia 17, destacou que os empresários precisam de fazer ouvir a sua voz através dos dirigentes das associações empresariais que deveriam saber fazer bem essa tarefa que é também sua obrigação.
Partilhando que em tempos era contactado por um “célebre secretário de Estado” que queria estar informado para responder ao poder reivindicativo do sector empresarial, considerou que “longe vão os tempos em que os governantes tinham medo do que os empresários iam dizer para a comunicação social” até porque, actualmente, “poucos se atrevem a ser do contra; a maioria vive amordaçado por causa dos apoios de que dependem e, pior que isso, os dirigentes associativos de fibra estão em extinção e esse é o grande problema”.
Joaquim António Emídio, perante uma sala repleta de empresários, políticos e dirigentes de instituições, lembrou que “há dezenas de anos que os dirigentes empresariais criticam o facto de haver associações a mais, que competem entre si quando deviam trabalhar em conjunto na defesa das empresas e dos empresários”. E realçou que O MIRANTE, que completou 35 anos no dia anterior, recebe elogios por ser uma voz do contra, “capaz de sobreviver e crescer mesmo fazendo o escrutínio do poder”, marcando a diferença e sustentando o seu prestígio. O mesmo não se pode dizer, prosseguiu, de “algumas associações que deviam ser uma voz forte na defesa dos empresários”.
“Nesta altura, com a crise que está aí e se vai agravar, muita gente não ficaria pelo caminho se tivesse ajuda, se encontrasse organizações de classe que a defendesse e que não cobrasse à cabeça”, disse, acrescentando que transmite o que sente na pele todos os dias: “os jornais não têm uma associação que defenda a indústria, muito menos que a represente, estamos tal como a maioria dos empresários entregues a associações que vivem afogadas em dívidas e em problemas maiores do que aqueles que vivemos nas nossas empresas”.
Sobre o Galardão Empresa do Ano, Joaquim António Emídio recordou que em tempos a iniciativa foi apadrinhada pela Nersant quando era presidida por José Eduardo Carvalho e mais tarde por Maria Salomé Rafael, e que o jornal não deixou de prosseguir com o evento apesar de a nova direcção da associação empresarial ter cortado relações com o jornal. O director-geral de O MIRANTE deixou palavras de elogio às empresas e empresários que foram premiadas na cerimónia que, destacou, é uma oportunidade para agradecer a amizade e trocar afectos com pessoas que admira e não tem oportunidade de encontrar com regularidade.
Numa alusão aos 35 anos de história do maior jornal regional do país agradeceu ainda aos leitores que “alimentam a redacção com os seus telefonemas” sabendo que O MIRANTE é também a sua voz. “Interagir com a comunidade da nossa região, com os leitores, com as empresas, as associações e as instituições está no ADN de O MIRANTE desde a sua fundação”, concluiu.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo