uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Camacho no Benfica

FUTEBOL: Benfica voltou às vitórias no dia da apresentação no novo treinador

Tal como aconteceu com a semana que a antecedeu, a 12ª jornada da Super Liga ficou marcada por um intenso sotaque castelhano.

Edição de 04.12.2002 | Desporto
José Antonio Camacho pode não ter falado com os jogadores antes do encontro com o Braga, mas só quem andou distraído durante as últimas semanas seria capaz de separar a revolução sofrida pelo futebol do Benfica frente aos minhotos da presença do espanhol nas bancadas do Estádio da Luz. Mais do que os três pontos em discussão, os jogadores encarnados tentaram ganhar a confiança do novo técnico. Se o conseguiram ou não, é um mistério que só se vai começar a desvendar no próximo jogo. Quanto ao espanhol, tem um jogo com o Gil Vicente para mostrar que o triunfo (3-0) sobre o Braga não foi apenas mais um acidente. Para azar de Camacho, ou sorte - tudo depende do resultado final -, os gilistas estão a fazer uma das melhores temporadas de sempre. Tanto assim que, depois do triunfo de sábado sobre o Moreirense, ficaram a apenas três pontos do terceiro lugar, que vão discutir precisamente com os benfiquistas. Entretanto, o Sporting foi a Aveiro ganhar (3-1) para manter o estatuto de primeiro pretendente à liderança que o FC Porto defendeu bem na segunda feira frente à Académica, vencendo (4-1). O Paços de Ferreira continua a alimentar o ego dos adversários e, depois da Luz, voltou a sofrer uma goleada (4-0), desta feita imposta pelo Nacional, de José Peseiro e Nuno Carrapato.Enquanto isso, o Leiria conseguiu colocar a proverbial pedra no sapato do Varzim, travando a marcha dos poveiros em direcção ao cimo da tabela. Os leirienses venceram (3-1). O Marítimo fez o mesmo com o Belenenses vencendo (2-1) num jogo bastante atribulado e onde os lisboetas têm razões de queixa da arbitragem. Na segunda-feira, no clássico Guimarães-Boavista, um jogo de emoções fortes, os vimaranenses foram mais fortes e venceram (3-1). Como curiosidade refira-se que o Setúbal simplesmente não consegue ganhar em casa. Os sadinos bem tentam, mas não se conseguem livrar do estatuto de melhor anfitrião da Super Liga. O empate (0-0) deste fim-de-semana com o Santa Clara foi o quarto e os outros dois jogos disputados no Bonfim correram ainda pior. Em compensação, os sadinos ainda não perderam fora de casa.

Mais Notícias

    A carregar...