uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Câmara de Almeirim nega encerramento de escola de Marianos no próximo ano lectivo

Edição de 02.05.2007 | Sociedade
A CDU de Almeirim acusa a câmara municipal de viabilizar uma "sentença de morte" proferida pela Direcção Regional de Educação de Lisboa quanto ao funcionamento da primária dos Marianos, mas o executivo nega o encerramento da escola. Segundo a vereadora da CDU na Câmara Municipal de Almeirim (CMA), Manuela Cunha, a autarquia aprovou a 5 de Março uma proposta do presidente, José Sousa Gomes (PS), elaborada "com base nos diálogos" entre o próprio e a Direcção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo (DRELVT).Manuela Cunha diz que a proposta "pressupunha" uma possibilidade de a Escola Básica do 1º Ciclo da aldeia de Marianos (Fazendas de Almeirim), com 18 alunos, encerrar no ano lectivo 2008/09, garantindo-se a manutenção do ensino nas primárias das freguesias de Raposa e Tapada. No entanto, um fax recebido no passado dia 10 por pais de alunos adiantava, "sem deixar dúvidas", que a suspensão de funcionamento da escola dos Marianos ocorrerá já "a partir do ano lectivo 2007/08", explicou a vereadora, dirigente nacional do Partido Ecologista "Os Verdes"."Há que fazer uma leitura política das coisas: se não houver reacção, está-se a dar as decisões de mão beijada à DRELVT", disse, referindo-se à proposta aprovada pela autarquia a 5 de Março. "Era óbvio que iria haver uma decisão destas, depois de a câmara permitir que fossem colocadas várias hipóteses, como a escola funcionar no Centro Escolar das Fazendas, que ainda nem está construído", acrescentou.Confrontado com as acusações de Manuela Cunha, que critica o executivo por não falar abertamente sobre a questão, o presidente da Câmara de Almeirim alegou não ter tido conhecimento do fax e assegurou que "nenhuma escola do concelho vai encerrar no próximo ano lectivo". Quanto à hipótese de a primária dos Marianos encerrar em 2008/09, José Gomes admite existir esta possibilidade, mas garante que, "na eventualidade de ser viável", a decisão só seria ponderada no próximo ano.A Carta Educativa do concelho de Almeirim, onde consta a continuidade de funcionamento da escola dos Marianos, foi aprovada há cerca de seis meses pela autarquia e pela assembleia municipal e homologada há menos de dois meses pelo Ministério da Educação.

Mais Notícias

    A carregar...