uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Santarém quer mostrar os seus tesouros aos milhares de visitantes dos grandes eventos

Estratégia assumida durante a inauguração de mais uma edição do Festival Nacional de Gastronomia, que decorre até 2 de Novembro na Casa do Campino.

Edição de 22.10.2014 | Desporto
Aproveitar os grandes eventos que se realizam em Santarém, como o Festival Nacional de Gastronomia e a Feira Nacional de Agricultura, para levar os milhares de visitantes a conhecerem os pontos mais interessantes da cidade e do concelho é uma prioridade assumida pela Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo e Ribatejo e pela Câmara de Santarém, entidades co-organizadoras do Festival Nacional de Gastronomia, que se iniciou na sexta-feira, 17 de Outubro, e decorre até 2 de Novembro na Casa do Campino.Isso mesmo foi focado durante os discursos na sessão de inauguração, com o presidente da ERT, Ceia da Silva, a dizer que o novo slogan do festival, “Descubra Santarém enquanto prova Portugal”, faz parte dessa estratégia, tal como a oferta de entrada gratuita no Museu Diocesano de Arte Sacra com o bilhete do certame.“Queremos que as pessoas desfrutem de Santarém, que a visitem”, disse por sua vez o presidente da Câmara Municipal de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD), aludindo aos múltiplos pontos de interesse em termos de património natural e monumental e elogiando a estratégia da Entidade Regional de Turismo. Não faltaram também referências aos fundadores do festival, tal como Ceia da Silva também fizera.Na inauguração, onde participaram muitas figuras da vida pública do concelho e da região, marcou também presença o secretário de Estado da Alimentação que destacou a aposta do festival no sector agro-alimentar, área que tem vindo a crescer. Nuno Vieira e Brito terminou formulando votos de que o evento “corra bem”.Certificar o Ribatejo como destino turístico de qualidadeDurante o seu discurso, o presidente da ERT considerou também fundamental começar, a partir de Janeiro de 2015, a desenvolver o processo de certificação Biosphere dos destinos Alentejo e Ribatejo, para em 2020 termos melhores hotéis, melhores restaurantes, melhor turismo rural e melhores museus, exemplificou. “A certificação é decisiva na qualificação do destino”, afirmou Ceia da Silva.A certificação “Biosphere” é um sistema de gestão que potencia a sustentabilidade, autenticado pela UNESCO e pela United Nations World Tourism Organization que contempla o reconhecimento de uma cidade ou destino, mas também de toda a cadeia de valor associada ao sector do turismo, integrando as vertentes ambientais, socioculturais e económicas.Nesse âmbito, Ceia da Silva reuniu recentemente com o presidente do Instituto do Turismo Responsável, entidade que atribui a certificação Biosphere, e com a autarquia de Barcelona. A visita a Barcelona constituiu, para a Entidade Regional de Turismo, um primeiro passo que tem por objectivo final conquistar para o Alentejo e Ribatejo o título de “Primeiro Destino”.

Mais Notícias

    A carregar...