uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
O interesse pelo coleccionismo deu lugar ao “Museu Barbisco”

O interesse pelo coleccionismo deu lugar ao “Museu Barbisco”

Raimundo Covas foi juntando ao longo da vida artigos diversos ligados à faina fluvial e marítima, que tem em exposição na sua casa em Alvega.

Edição de 06.07.2016 | Cultura e Lazer

Foi graças a uma vida ligada ao rio Tejo e ao mar que Raimundo Covas, 77 anos, foi juntando ao longo dos anos muitas peças e lembranças das suas viagens de barco para hoje expor na casa dos seus pais em Alvega, aldeia ribeirinha do concelho de Abrantes. A colecção foi crescendo de tal maneira que agora acabou por dar lugar ao designado “Museu Barbisco”. Para além de artigos que foi recolhendo nas suas viagens por todo o mundo, muito do material exposto foi dado por amigos.
Raimundo Covas não consegue dizer com exactidão o número de peças que tem no seu museu, uma ideia que diz já vir desde miúdo. O nome Barbisco vem de um peixe do rio e no museu podemos encontrar uma panóplia de peças desde pequenos barcos, fotografias entre outros artigos.
O coleccionador vive em Lisboa, onde aliás nasceu mas visita regularmente Alvega, terra de seus pais e onde chegou a viver também durante um período, até regressar de novo à capital. Desde pequeno que sempre esteve ligado ao mar e ao rio. “Fui feito na fragata dos meus pais”, conta a O MIRANTE.
No dia 10 de Junho juntou os amigos para um convívio e para uma inauguração simbólica do seu museu em que até houve lugar ao cortar da fita e ao descerrar de uma placa colocada pelos amigos para sua surpresa. O momento contou também com a presença de Maria do Céu Albuquerque, Presidente da Câmara Municipal de Abrantes, e da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho que visitaram o museu após a inauguração da Estação de Canoagem de Alvega.
O museu foi criado mais para família e amigos mas Raimundo Covas não fecha as portas a quem lhe peça para o visitar.

O interesse pelo coleccionismo deu lugar ao “Museu Barbisco”

Mais Notícias

    A carregar...