uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
O Padel chegou a Torres Novas

O Padel chegou a Torres Novas

Divertido, acessível, fácil de aprender e para todos. São estas as maiores qualidades do Padel, um desporto de raquetes jogado a pares que está a ganhar cada vez mais praticantes em Portugal e agora chegou também a Torres Novas, pelo recém-criado Padel Club de Torres Novas.

Edição de 11.08.2016 | Desporto

Fernando Cardoso, actual presidente, jogador de Ténis há mais de 30 anos, teve primeiro a ideia de criar um court mas o seu espaço na Ilha Sêca, perto do TorreShopping, onde está igualmente uma pista de modelismo, não era totalmente adequado. Foi então que uns amigos lhe sugeriram a ideia do Padel, pois o campo era de dimensões mais reduzidas. Fernando Cardoso começou a pesquisar e experimentar a modalidade noutras zonas do país, principalmente em Lisboa, onde existe uma enorme concentração de campos de Padel e a ideia ganhou forma.
Este desporto é muito semelhante ao ténis. A maior diferença são as dimensões do campo e a exigência técnica. Quem joga ténis aprende muito mais facilmente mas quem nunca o fez consegue aprender também rapidamente: “tecnicamente é muito menos exigente, é só uma questão de hábito aos vidros, e tem uma vantagem, pois não precisamos de andar a apanhar as bolas pois elas ficam dentro do campo, a facilidade e a evolução é muito grande”, explica Fernando Cardoso.
É uma modalidade que se está expandir pelo nosso país, mas no distrito de Santarém não existem ainda campos com as melhores condições para a sua prática. Existem uns em Almeirim mas não se comparam à qualidade do instalado em Torres Novas que é de última geração, com relvado sintético e iluminação artificial. O Padel Club de Torres Novas é o único no distrito que se dedica exclusivamente a esta modalidade.
A adesão até agora tem sido “fantástica” refere Fernando Cardoso. O campo começou por estar aberto de forma gratuita e foram muitos os que quiseram experimentar. Principalmente são praticantes de ténis ou de outros desportos de raquete que depois de experimentarem já ficaram viciados na modalidade. Os praticantes são a grande maioria de Torres Novas mas muitos já se deslocam dos concelhos vizinhos.
O Padel é para todas as idades. O mais velho praticante tem 70 anos e esta é uma das grandes vantagens do Padel: “o campo é mais reduzido e as movimentações também, é um deporto que consegue que as pessoas fiquem activas durante mais tempo”, explica Fernando Cardoso.
Numa hora é possível perder 700 calorias e para além da componente física há ainda o aspecto social: “as pessoas estão muito perto umas das outras, só é jogado a pares, promove o convívio, dentro e fora de campo”, conta.
O Padel Club de Torres Novas para além de funcionar de uma forma recreativa e de lazer irá ter objectivo de participar também em competições. O clube está a preparar a sua filiação na Federação Portuguesa de Padel e vai abrir também uma escola para crianças e fazer alguns torneios. O Padel Club de Torres Novas vai organizar entre 2 e 4 de Setembro um Torneio Social.

Farmacêutico rendido à modalidade

David Antunes é farmacêutico em Torres Novas e começou a praticar Padel há pouco tempo. Já fazia outros desportos de raquete e veio com os amigos ao final da tarde matar o vício, conviver com os amigos descontrair e praticar desporto: “o Padel é muito divertido, bastante acessível a qualquer tipo de condição física e é excelente por ser ao ar livre”, refere, acrescentando que é óptimo para descontrair no fim de um longo dia de trabalho: “é bom para esticar as pernas porque passamos muito tempo fechados no trabalho”, refere.

O Padel chegou a Torres Novas

Mais Notícias

    A carregar...