uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Concelho de Santarém vai ter equipas de intervenção social no terreno

Concelho de Santarém vai ter equipas de intervenção social no terreno

Técnicos começam a trabalhar no dia 10 de Outubro. A RLIS vai garantir um serviço de atendimento social e acompanhamento de pessoas e famílias em situação de pobreza e exclusão social.

Edição de 05.10.2016 | Sociedade

A partir de dia 10 de Outubro o concelho de Santarém vai ter uma nova resposta social no terreno com a entrada em funcionamento das equipas de técnicos da RLIS - Rede de Local de Intervenção Social, que terão como entidades promotoras a delegação da Cruz Vermelha de Santarém e a Santa Casa da Misericórdia de Pernes e vão abranger todas as freguesias.
A RLIS vai garantir um serviço de atendimento social e acompanhamento de pessoas e famílias em situação de pobreza e exclusão social. O objectivo é dar informação e aconselhamento às pessoas e encaminhá-las no sentido de encontrarem respostas adequadas a cada situação. Um trabalho que será feito numa lógica de articulação com diversas entidades parceiras, como a Segurança Social, a Câmara de Santarém, instituições de solidariedade social ou as forças de segurança.
Cada equipa conta com cinco elementos e é composta por uma coordenadora e por educadoras sociais, assistentes sociais e psicólogos que receberam formação específica da Segurança Social. Os serviços de atendimento vão funcionar de segunda-feira a sábado nas instalações da Cruz Vermelha de Santarém, sitas no antigo quartel da EPC, e no edifício Lucrécia Sequeira, em Pernes, bem como nas instalações das diversas juntas de freguesia do concelho, onde haverá um período de atendimento semanal.
O projecto foi apresentado na manhã de sábado, 1 de Outubro, na Casa do Campino, em Santarém, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Pessoa Idosa. Na ocasião, Mónica Peralta, coordenadora da equipa da Cruz Vermelha, afirmou que os dez técnicos vão constituir uma só equipa e pretendem que o seu trabalho seja visível, acreditando que podem fazer a diferença e ajudar a melhorar a vida de algumas pessoas.
O director distrital da segurança Social, Tiago Leite, o provedor da Misericórdia de Pernes, Manuel Maia Frazão,, o director da Cruz Vermelha de Santarém/Cartaxo, António Conceição, e o presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, congratularam-se com este projecto que permitirá ser mais fácil chegar a quem necessita de ajuda, como disse o provedor de Pernes. “Já Ricardo Gonçalves agradeceu às duas entidades promotoras que vão permitir pôr o projecto no terreno, referindo que houve concelhos onde a RLIS não arrancou porque não houve entidades interessadas em desenvolvê-la.

Concelho de Santarém vai ter equipas de intervenção social no terreno

Mais Notícias

    A carregar...