uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Torres Novas ficou sem serviço para renovação da baixa temporária

Torres Novas ficou sem serviço para renovação da baixa temporária

Utentes têm de se deslocar à Segurança Social de Santarém para serem vistos por médicos e atestarem a incapacidade

Edição de 05.10.2016 | Sociedade

A Segurança Social deixou de assegurar em Torres Novas o serviço de confirmação de incapacidade temporária para efeito de baixa médica, obrigando os utentes dessa zona a deslocarem-se a Santarém para serem observados pelos mesmos médicos que tinham essa missão na cidade do Almonda.
Em esclarecimentos prestados ao nosso jornal, o director do Centro Distrital de Santarém da Segurança Social, Tiago Leite, diz que, desde Agosto último, esse serviço deixou de ser realizado nos serviços da Segurança Social em Torres Novas, para passar a ser realizada em Santarém. “Esta deslocalização da comissão temporária veio permitir, no espaço de um mês, um acréscimo de 160 verificações. No entanto, mantém-se nos serviços da Segurança Social em Torres Novas a verificação no âmbito das incapacidades permanentes”, alega o responsável.
Tiago Leite afirma que “os motivos que levaram a essa deslocação prendem-se com a reorganização dos serviços, de forma a maximizar recursos e reduzir tempos de espera, e da necessidade de cumprir o objectivo da tutela no âmbito do combate à fraude”.
A situação tinha sido denunciada pelo PCP que, através do seu deputado António Filipe, questionou o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social sobre o assunto: “(...) que razões justificam que os utentes da Segurança Social da região do Médio Tejo tenham de se deslocar a Santarém para efectuar a confirmação da respectiva incapacidade nos casos de baixa médica, com a despesa e o incómodo daí decorrentes?”. O deputado comunista eleito pelo círculo de Santarém pergunta ainda se a medida é temporária ou se trata de uma decisão com carácter definitivo.

Não há mais alterações previstas
Ao nosso jornal, o director distrital da Segurança Social disse ainda que para os restantes concelhos do Médio Tejo não se prevê qualquer alteração no que toca a esses serviços. Mas acrescenta: “Caso haja necessidade, o Centro Distrital de Santarém terá que adaptar a realidade dos serviços em função da verificação dos beneficiários, tendo presente as limitações inerentes às deslocações dos mesmos”.

Torres Novas ficou sem serviço para renovação da baixa temporária

Mais Notícias

    A carregar...