uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Governante deixa elogios a Mação pelo ordenamento da floresta
Aposta. Mação acredita que novo centro de negócios vai dinamizar a região

Governante deixa elogios a Mação pelo ordenamento da floresta

Secretário de Estado da Indústria inaugurou Centro de Negócios e prometeu voltar para ver os resultados desse empreendimento.

Edição de 06.07.2017 | Sociedade

O Centro de Negócios/Ninho de Empresas de Mação foi inaugurado na sexta-feira, 30 de Junho, com o secretário de Estado da Indústria a prometer que o Governo vai apoiar com todos os incentivos disponíveis este projecto. João Vasconcelos referiu que o concelho de Mação é uma referência na região, não só devido a este Centro de Negócios, que junta no mesmo espaço empresas e serviços e que está preparado para receber qualquer empresa em 24 horas, mas também por ser um exemplo relativamente ao ordenamento da floresta.
O secretário de Estado, que é natural de Figueiró dos Vinhos, sublinhou que os concelhos afectados pelos trágicos incêndios têm muito a aprender com o exemplo de Mação. Em 2003, lembrou João Vasconcelos, Mação viu arder boa parte da sua floresta. Hoje o concelho tem ordenamento e dispositivos adequados que permitem manter a floresta como fonte de vida e de rendimento. Por ironia do destino, nesse fim de semana ocorreram alguns incêndios no concelho, que acabaram debelados em poucas horas.
O governante congratulou o presidente da Câmara de Mação, Vasco Estrela (PSD), e todos os maçaenses pelo trabalho desenvolvido em prol da conservação da floresta e pela aposta neste Centro de Negócios que, acredita, vai dinamizar a região, prometendo voltar a Mação para aferir do progresso conseguido.

Centro de Negócios custou 700 mil euros
O apoio às empresas e o incentivo ao empreendedorismo são os objetivos do Centro de Negócios/Ninho de Empresas de Mação, que representa um investimento de 700 mil euros. “É um projecto ambicioso e de extrema importância para que novas empresas se possam ali instalar, a preços simbólicos, e um incentivo aos empreendedores, que poderão ali ter um espaço moderno a preços muito competitivos para o arranque no mundo dos negócios e para ali desenvolverem as suas actividades”, disse o presidente da Câmara de Mação, Vasco Estrela.
O objetivo da autarquia é “dotar o concelho de um centro de negócios onde os empresários encontrem espaços físicos autónomos para poderem estabelecer as suas actividades de uma forma cómoda, versátil e acessível e, assim, formar um ninho de empresas”, destacou Vasco Estrela.
Por ser constituído por três edifícios autónomos, o centro possibilita a instalação de empresas/negócios mais industriais, tecnológicos, de serviços, de prestadores de serviços e de armazéns de várias tipologias. Vasco Estrela sublinhou que este “investimento avultado do município” visa “ajudar e contribuir para a criação, aparecimento e fixação de novas empresas, e também para a solidificação de algumas empresas que já possam existir no concelho”.

Governante deixa elogios a Mação pelo ordenamento da floresta

Mais Notícias

    A carregar...