uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
ISLA Santarém – Continua a dinâmica de crescimento dos últimos anos!

ISLA Santarém – Continua a dinâmica de crescimento dos últimos anos!

Edição de 13.09.2017 | Especial Regresso às Aulas

A cerca de três semanas da abertura das aulas, que acontecerá no próximo dia 2 de outubro para os estudantes de 1.º ano que vão ingressar nos TeSP e nas licenciaturas, e numa altura em que ainda se encontram abertas as inscrições para todos os cursos, já é possível afirmar que o ISLA registará um crescimento do número de estudantes em relação ao ano letivo anterior. É de realçar este facto uma vez que em 2016/2017 se registou um aumento de estudantes na ordem dos 100% em relação ao anterior.
A oferta do ISLA de Santarém ao nível do ensino superior engloba sete cursos técnicos superiores profissionais (TeSP), seis cursos de licenciaturas e um curso de mestrado.
Os cursos técnicos superiores profissionais (TeSP) são direcionados a estudantes com 12.º ano de escolaridade que pretendam obter uma dupla certificação (qualificação académica e profissional) são formações com a duração de 2 anos que têm como característica diferenciadora a obrigatoriedade de um semestre de estágio, tal como acontecia com os antigos CET. Estes cursos foram organizados de modo a que os estudantes que terminam a formação de nível 4 (12.º ano) encontrem no ISLA uma continuação lógica para o seu percurso académico.
Por outro lado, as empresas da região reconhecem o interesse desta formação assegurando os respetivos protocolos de estágios para todos os estudantes que ingressem num dos sete TeSP do ISLA: Gestão Administrativa de Recursos Humanos, Gestão Comercial e Vendas, Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança, Gestão de Turismo, Organização e Gestão Industrial, Redes e Sistemas Informáticos e Tecnologias e Programação de Sistemas Informáticos.
Os estágios constituem uma porta de entrada no mercado de trabalho verificando-se que muitos dos estudantes que os realizam acabam por ficar nessas empresas depois de concluídos os mesmos.
Os estudantes que terminam os TeSP têm ainda a garantida do ingresso direto numa das licenciaturas em funcionamento no ISLA com creditações (equivalências), o que lhes permite continuar o seu percurso académico.
A propina que os estudantes de TeSP pagam no ISLA é de 85 euros/mês. Acresce que, por via dos inúmeros protocolos que o ISLA possui, há descontos substantivos a esse valor. Ingressar num TeSP no ISLA fica mais barato que no ensino público, afirma Filipa Martinho.
As licenciaturas do ISLA foram todas acreditadas pela A3ES por um período de seis anos, o que constitui o prazo mais alargado concedido por aquela agência para acreditação dos cursos. Tal como aconteceu no ano letivo de 2016-17, o ISLA oferece em 2017-18 as licenciaturas de Gestão de Recursos Humanos, Gestão Comercial, Gestão de Processos e Operações Empresariais, Gestão Turística, Engenharia da Segurança do Trabalho e Informática de Gestão.
O ISLA disponibiliza um programa a que deu a designação: “Bolsa para os que são da nossa terra”, com um valor pecuniário anual de 1.500 euros, destinado a estudantes que se candidatam pela primeira vez a uma licenciatura através do regime geral de acesso (12.º ano + exames nacionais). No âmbito desse programa são atribuídas 30 bolsas e os candidatos têm a garantia que a mesma abrange o curso todo. A única condição é que os candidatos residam num dos 22 concelhos que integram as NUT da Lezíria do Tejo e do Médio Tejo.
Se fizerem as contas os estudantes chegarão à conclusão que estudar no ISLA é mais barato que no ensino público.
Filipa Martinho
Delegada do Administrador

ISLA Santarém – Continua a dinâmica de crescimento dos últimos anos!

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques