uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Casas sociais degradadas de Povos vão ser recuperadas
RECUPERAÇÃO. Melhorar as casas de quem vive em Povos é o primeiro passo de uma requalificação mais vasta

Casas sociais degradadas de Povos vão ser recuperadas

Investimento de 726 mil euros, por parte da Câmara de Vila Franca de Xira, visa dar mais qualidade de vida aos moradores.

Edição de 16.11.2017 | Sociedade

Vão avançar no início do próximo ano as obras de recuperação de habitações sociais no bairro de Povos, em Vila Franca de Xira, que se encontram há décadas à espera de melhorias. As intervenções abrangem 84 fogos dos edifícios do Programa Especial de Realojamento (PER) daquele bairro e vão custar aos cofres da câmara 726 mil euros.
A proposta para abertura do procedimento concursal foi aprovada por unanimidade numa das últimas reuniões de câmara. A proposta tem ainda de ser aprovada em assembleia municipal. Além das obras dentro das habitações, haverá também intervenções de recuperação das fachadas e partes comuns das habitações, como as escadas e átrios.
“Só com este tipo de intervenções o bairro poderá ir melhorando ao longo do tempo. A intenção é resolver problemas que as pessoas sentem e assim dar melhores condições a quem ali habita e dessa forma também as pessoas perceberem que são tão bem tratadas como qualquer outra no concelho e, dessa forma, melhorar também a sua auto-estima”, explica Alberto Mesquita (PS), presidente do município.
O autarca quer que, nos próximos anos, o bairro de Povos “seja olhado como um bairro normalíssimo” e por isso garante que estão em estudo novas soluções para melhorar os espaços públicos do bairro, não apenas o polidesportivo como também aproveitar edifícios devolutos e degradados que ali se encontram.
“Queremos reabilitar outros espaços que estão muito degradados no bairro. Temos uma ideia para o edifício ao lado da escola que está em mau estado e vamos ver como vai evoluir”, garante o autarca.

Rua direita só com um sentido
Se é um dos condutores que foge ao trânsito da Estrada Nacional 1 pela Rua José da Costa e Silva, também conhecida por rua direita, em Povos, prepare-se porque em breve só o poderá fazer num sentido. O município está a estudar a possibilidade de tornar aquela rua numa via com apenas um sentido, já que é estreita demais para dois veículos se cruzarem e nas horas de ponta os problemas são frequentes.
“Não faz sentido a rua direita ter dois sentidos. Esta é uma matéria que não é pacífica mas que tem de se resolver. A nosso ver o melhor sentido é Grinja/Povos e devemos aproveitar esta requalificação para resolver este problema”, frisa Alberto Mesquita.
Há uns anos os moradores da rua foram ouvidos sobre a situação e verificou-se praticamente um “empate” de opiniões, entre quem defendia dois sentidos de trânsito ou a proibição de um dos sentidos.

Casas sociais degradadas de Povos vão ser recuperadas

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...