uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Paulo Inácio
Paulo Inácio Gerente Restaurante Churrasqueira “O Árbitro”, 50 anos, Riachos

Paulo Inácio

Gerente Restaurante Churrasqueira “O Árbitro”, 50 anos, Riachos

Edição de 08.11.2018 | Agora Falo Eu

Tem algum conselho para o primeiro-ministro? Aconselhava-o a demitir-se mas confesso que seria difícil escolher outro para o seu lugar. Eu já deixei de acreditar nos políticos.

Vale a pena ir votar? Vale a pena ir votar e eu até defendo o voto obrigatório. Por ir sempre votar, considero que posso dar a minha opinião sobre os políticos.

O que punha a funcionar na sua terra que não existe? Riachos precisa de uma piscina e de passeios. Todos os presidentes falam disto mas nada fazem. Deveriam “olhar” para os meios mais pequenos como o Botequim, Casais Castelos e Nicho dos Riachos. Penso que foram esquecidos pela freguesia de Riachos.

Costuma gastar dinheiro com o futebol? Gasto algum dinheiro com o futebol, porém já fui mais aos estádios. Neste momento só vou a jogos do distrital. Sofro muito a ver futebol e sou do Benfica.

Costuma comprar raspadinhas? Não jogo em nada.

Conseguia viver sem telemóvel? Eu conseguia viver sem telemóvel. Actualmente já há muitas alturas em que não atendo o telemóvel, nomeadamente à hora das refeições.

Que estação do ano prefere? Prefiro o Verão. É melhor para tudo. Até para o negócio.

É aficionado? O que o fascina nesta festa? Gosto de touradas. Gosto de tudo o que envolve a festa, principalmente o ambiente que se cria nessas alturas.

No São Martinho é tradição comer… Castanhas e beber água-pé.

Do que é que sente mais saudades? Sinto saudades do tempo de arbitragem no futebol, a nível distrital e nacional. Por isso é que o meu restaurante se chama “O Árbitro”. O árbitro...sou eu!

Era capaz de viver sem música? Não era capaz de viver sem música, principalmente sem música portuguesa: Gosto muito de ouvir Paulo Gonzo, Delfins, Resistência, Pedro Barroso e Além Mar.

Existe algum animal que gostasse de ter e não pode? O animal que gostava de ter e não posso é o cavalo. Tenho um cão chamado “Pantufa”, mas se pudesse tinha mais.

Gosta de conduzir? Já soprou no balão? Gosto muito de conduzir e por azar já soprei por duas vezes no balão.

Costuma fazer habitualmente a separação dos lixos domésticos? Costumo fazer a separação dos lixos no restaurante churrasqueira O Árbitro. Separo vidros, plástico, papel e latas. Por vezes, separo as tampas das garrafas de plásticos para campanhas de ajuda para quem precise.

Qual é a pior coisa que lhe podem fazer? A pior coisa para mim é a mentira. Penso que é desnecessário mentir porque a verdade vem sempre ao de cima. A mentira não resolve nada.

Costuma comprar um jornal pelo que vê na primeira página? Não compro um jornal pelo que está na capa. Normalmente compro um jornal porque gosto de estar a par do que acontece nas localidades perto de onde resido.

A que petisco não resiste? Porquê? Não resisto ao marisco. A todo o tipo de marisco.

Era capaz de se tornar vegetariano? Porquê? Era incapaz de ser vegetariano porque gosto muito de carne. Acho que a carne e o peixe fazem parte na nossa alimentação. Contudo, por vezes, faço pratos vegetarianos.

Sabe cozinhar? Sei cozinhar petiscos e as pessoas que vêm ao restaurante gostam muito da sopa da pedra, mão de vaca com grão e sopa de tripa.

Quando viaja prefere que meio de transporte (carro, comboio, bicicleta)? Prefiro o carro. Os comboios não são uma boa opção pois estão sempre atrasados.

Paulo Inácio

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...