uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Empresário apresenta queixa por denúncia falsa nas redes sociais
Sérgio Silva garante que o assunto só vai terminar quando se fizer justiça

Empresário apresenta queixa por denúncia falsa nas redes sociais

Sérgio Silva viu a sua viatura ser associada a uma alegada tentativa de rapto de uma menina junto à Escola D. João II, em Santarém e já participou o caso às autoridades.

Edição de 13.02.2019 | Sociedade

Sérgio Silva, 44 anos, tem a sua carrinha que utiliza na actividade profissional, parada há duas semanas ao pé da sua casa, em Santarém, por medo de represálias, desde que descobriu, numa publicação no Facebook, que alguém denunciou a sua Peugeot branca como estando envolvida numa tentativa de rapto.
Em causa está uma denúncia falsa, que acusava o residente em Santarém, ou pelo menos a sua carrinha, cuja matrícula está devidamente identificada na publicação, de tentar raptar uma menina junto à escola EB 2,3 D. João II, no Jardim de Baixo, em Santarém.
No entanto, não só não houve qualquer rapto ou tentativa de rapto junto à referida escola, como Sérgio Silva, naquela altura, se encontrava de baixa há um mês, pelo que a carrinha nem sequer circulava, mantendo-se estacionada junto à sua habitação pelo menos desde 26 de Dezembro.
O empresário do ramo da electricidade e canalização conta a O MIRANTE que nem é um grande utilizador das redes sociais, mas ficou completamente abismado quando, no dia 25 de Janeiro, se deparou com a publicação. Decidiu, então, contactar imediatamente as autoridades e apresentar queixa contra desconhecidos.
O pior, refere o empresário, é que mora a poucas centenas de metros da escola EB 2,3 D. João II e tem um dos seus três filhos no referido estabelecimento de ensino. “Já viu o que pode acontecer se alguém me confundir com o raptor quando for buscar ou levar o meu filho?”, interroga.
Sérgio Silva não sabe quem está por trás da publicação, mas acredita que as autoridades vão chegar rapidamente ao responsável. Ainda assim, confessa que tem as suas suspeitas e garante que o assunto só vai terminar quando se fizer justiça.
Denúncias falsas nas redes sociais são cada vez mais
Contactado por O MIRANTE, o subintendente Jorge Soares, do comando distrital da PSP, confirma a queixa apresentada por Sérgio Silva e adianta que foi aberta uma investigação para se descobrir o responsável pela publicação. Diz ainda que são cada vez mais frequentes os casos de denúncias falsas nas redes sociais. É por isso, alerta, que é preciso ter cada vez mais cuidado na hora de se partilhar uma denúncia, pois muitas vezes não são casos confirmados.

Empresário apresenta queixa por denúncia falsa nas redes sociais

Mais Notícias

    A carregar...