uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Alexandra Maria M. Coelho Correia 
foto DR Alexandra Maria M. Coelho Correia Fisioterapeuta no Centro Clínico do Choupal, 45 anos, Santarém

Alexandra Maria M. Coelho Correia 

Fisioterapeuta no Centro Clínico do Choupal, 45 anos, Santarém

Edição de 06.03.2019 | Agora Falo Eu

Custa-lhe levantar de manhã para trabalhar? Há dias em que, se pudesse, dormia mais um bocadinho, mas levanto-me e agradeço sempre ter trabalho e saúde para trabalhar.

Existe algum animal que gostasse de ter e não pode? Gostava de ter um cão mas os animais precisam de espaço, de atenção e tempo de que eu não disponho.

Qual a tradição que nunca podemos deixar morrer? O Natal. Apesar de teoricamente ser quando o homem quiser, existe mais vontade de realizar boas acções nessa época.

Lembra-se da última vez que usou a bicicleta como meio de transporte? Nunca usei bicicleta como meio de transporte. Não sei andar de bicicleta!

O que seria para si uma tragédia? Perder a minha família.

Qual a sua actividade preferida? Aquilo que mais gosto de fazer é dar passeios, fazer actividades ao ar livre, ouvir música e ler.

Tem a profissão que gostaria de ter? Sim, sou uma privilegiada nesse aspecto. Sempre trabalhei no que gosto, com quem gosto e como gosto. Tenho a sorte de trabalhar com uma equipa fantástica no Centro Clínico do Choupal!

Alguma vez pediu o livro de reclamações nalgum lado? Nunca pedi nem peço o livro de reclamações. Se algum sítio ou alguém me desagrada, não volto lá.

Durante quanto tempo é capaz de guardar um segredo? O tempo que for preciso.

Deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer? Sem sombra de dúvida! Mas nem sempre é fácil passar da teoria à prática nos dias que correm.

Tem alguma superstição? Costumo vestir roupa azul no ano novo para dar sorte. Nem sei se é uma verdadeira superstição.

O que é bom é para se ver? Claro! Porque não?

O que gostava de fazer e não faz para não cair no ridículo? Yoga na praia.

Alguma vez assistiu a uma tourada ao vivo? Sim, há muitos anos. Gosto da arte, de todo o meio envolvente, mas não consigo ver os touros a serem picados.

Era capaz de dar trezentos euros por uns sapatos? Claro que sim! Bastava não precisar dos trezentos euros e adorar os sapatos.

Alguma vez se sentiu esmagada pela beleza de alguém ou de alguma coisa? Sinto-me grata por poder dizer que já me aconteceu inúmeras vezes. A vida está cheia de coisas belas e é só preciso estarmos atentos.

Quando está a almoçar ou a jantar com a família ou amigos e há alguém que passa o tempo a consultar o telemóvel, isso incomoda-a? Sim. Acho que se gasta demasiado tempo em coisas triviais e pouco em relações humanas.

Devia haver mulheres a arbitrar jogos de futebol da primeira liga? Talvez fosse boa ideia. Quem sabe se refilavam menos?

Como é para si um dia bem passado? É um dia cheio de cor, alegria, convívio e comunhão.

Com que idade é que acha que se vai reformar? Procuro nem pensar nisso, mas espero chegar à idade da reforma.

Já fez alguma viagem de férias a um país estrangeiro? Qual vai ser a próxima? Já fui em férias à nossa vizinha Espanha. Agora gostava de ir à EuroDisney porque tenho um filho com nove anos e gostava de o levar lá.

Acha possível virmos a sofrer atentados terroristas como os que acontecem noutros países? É possível, naturalmente, mas tenho esperança que não aconteçam.

Quantos canais de televisão recebe em casa? Não sei ao certo mas são muitos e eu vejo pouca televisão.

É capaz de cantar um fado do princípio ao fim? Infelizmente não sou capaz de cantar um fado do princípio ao fim, mas gosto muito de ouvir cantar bem o fado.

Lê as notícias em jornais ou prefere a Internet? Prefiro os jornais. Porque prefiro o real ao virtual…

Sabe o nome de algum deputado eleito pelo círculo eleitoral de Santarém? Sim, sei.

Alexandra Maria M. Coelho Correia 

Mais Notícias

    A carregar...