uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Segunda edição da Feira de Artesanato e Produtos Tradicionais
Ceia da Silva e Hélder Esménio dizem que Mês da Enguia é um investimento para o concelho

Segunda edição da Feira de Artesanato e Produtos Tradicionais

Para além da gastronomia, o Mês da Enguia integra a segunda edição da Feira Nacional de Artesanato e de Produtos Tradicionais.

Edição de 06.03.2019 | Sociedade

De 1 a 31 de Março a enguia volta a ser o prato forte no concelho de Salvaterra de Magos com a realização de mais uma edição do Mês da Enguia. Enguias fritas com arroz de feijão, ensopado de enguias, caldeirada de enguias ou enguias grelhadas são algumas das receitas que vão constar nas ementas dos 20 restaurantes que aderiram ao Mês da Enguia.
Para além da gastronomia, decorre ainda a segunda edição da Feira Nacional de Artesanato e de Produtos Tradicionais que contará com uma centena de expositores. O certame vai ter lugar no Pavilhão Inatel em Salvaterra de Magos, onde decorre grande parte da animação musical com destaque para os espectáculos de Toy, no dia 2, de Artur Agostinho e os Terra Minhota, no dia 16, e de Rebecca, no dia 30. Quim Roscas & Zeca Estancionâncio sobem ao palco no dia 9. Durante o mês actuam ainda os dez ranchos folclóricos do concelho, bandas filarmónicas e marchas populares.
O certame dinamiza ainda passeios a cavalo e de barco no Tejo, cinco exposições (Património Imaterial – Bordados e Outras Artes, Invasão Exótica: O Tejo sob Ameaça, A Essência que nos Prende, Olhares sobre o Tejo e Gentes do Escaroupim), o 11º Festidance, a 11ª edição do Festival das Sopas (Marinhais) e a 19ª edição dos 12 km de Salvaterra. Estão ainda garantidas várias demonstrações de colectividades locais e acções culturais e desportivas.
“O Mês da Enguia já se estendeu para além do território do concelho e da região, superando em cada ano que vai passando o número de visitantes”, destacou o presidente do município,
Hélder Esménio (PS), durante a apresentação do certame no Edifício do Cais da Vala, em Salvaterra de Magos.
Para o presidente do Turismo do Alentejo e Ribatejo, Ceia da Silva, o Mês da Enguia, mais do que um evento, é um investimento para o concelho. “Uma feira medieval é igual em Caminha ou em Vila Real de Santo António, mas o Mês da Enguia só existe em Salvaterra de Magos”, defende o presidente do Turismo do Alentejo e Ribatejo.
O chefe de cozinha e responsável técnico pelo certame vai continuar a ser Luís Machado que sublinhou a inovação e evolução que os restaurantes locais têm colocado nos seus pratos e naqueles que apresentam ao longo do evento.

Segunda edição da Feira de Artesanato e Produtos Tradicionais

Mais Notícias

    A carregar...