uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Câmara de Ourém pede mais quatro turmas para colégios de Fátima

Município pretende que sejam garantidas vagas em escolas de Fátima para todos os alunos residentes nessa freguesia no próximo ano lectivo.

Edição de 15.05.2019 | Sociedade

A Câmara de Ourém pediu ao Ministério da Educação a criação de mais quatro turmas para os três colégios particulares de Fátima com contratos de associação com o Estado de modo a assegurar as necessidades do ano lectivo 2019/2020. O município tem estado em conversações com a secretária de Estado adjunta da Educação, Alexandra Leitão, a quem indicou a necessidade de abrir oito turmas de 5º ano (mais uma), oito turmas de 7º ano (mais duas) e seis turmas de 10º ano (mais uma). “Segundo os nossos dados são precisas mais quatro turmas para responder às necessidades dos colégios em Fátima”, explicou o presidente do município, Luís Albuquerque (PSD), que aguarda nova reunião com Alexandra Leitão para discutir o assunto.
Como O MIRANTE noticiou o ano passado (ver edição 20 Agosto 2018), cerca de uma centena de alunos da freguesia de Fátima ficou sem lugar nos três colégios particulares da cidade devido à redução do número de turmas financiadas pelo Ministério da Educação no corrente ano lectivo. Em Fátima não há ensino público a partir do primeiro ciclo, pelo que os colégios têm sido o destino habitual para os jovens prosseguirem os estudos entre o 5º e o 12º ano de escolaridade.
O Ministério da Educação atribuiu sete turmas financiadas ao Colégio de São Miguel (três do 2º ciclo; duas do 3º ciclo e duas do secundário), tantas como as do Centro de Estudos de Fátima (duas do 2º ciclo; duas do 3º ciclo e três do secundário). O Colégio Sagrado Coração de Maria tem quatro turmas financiadas pelo Estado – duas do 2º ciclo e duas do 3º ciclo do ensino básico. Cada turma financiada recebe por ano do Estado 80 mil euros.
Segundo explicou, na altura, a O MIRANTE o director do Centro de Estudos de Fátima, Manuel Bento, o Ministério da Educação atribuiu à freguesia de Fátima financiamento para sete turmas do 5º ano, seis turmas de 7º ano e cinco turmas de 10º ano. “Os colégios só puderam concorrer a esse número de turmas e tivemos que redistribuir esse número de turmas por três colégios”, explicou Manuel Bento.

Mais Notícias

    A carregar...