uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Município e Governo garantem obras na Escola Secundária do Cartaxo
Acordo de colaboração foi assinado por Alexandra Leitão e Pedro Magalhães Ribeiro

Município e Governo garantem obras na Escola Secundária do Cartaxo

Acordo de colaboração foi assinado esta terça-feira, 30 de Julho. Câmara do Cartaxo vai desembolsar 115 mil euros.

Edição de 07.08.2019 | Sociedade

A Escola Secundária do Cartaxo vai sofrer obras de requalificação, num investimento de 1,5 milhões de euros, do qual 85% é de fundos comunitários e 15% repartido entre Ministério da Educação e câmara municipal, segundo o acordo de colaboração assinado esta terça-feira, 30 de Julho. Governo e autarquia vão desembolsar 115 mil euros cada e o resto é com Bruxelas.
As intervenções a desenvolver na escola secundária visam proceder à correcção de problemas existentes no nível da construção, que se revelam de carácter urgente, e à melhoria das condições de habitabilidade do estabelecimento, com particular ênfase nas questões de eficiência energética dos edifícios.
O projecto de requalificação e modernização prevê a substituição das placas de fibrocimento e pavimentos, pintura interior e exterior, valorização dos espaços de lazer, assim como a substituição e reparação de infra-estruturas eléctricas e de canalização.
Para o presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro (PS), o acordo de colaboração é a prova de que é possível chegar a soluções, através do trabalho em parceria com as pessoas e as instituições. “Este acordo é fruto das diversas reivindicações do município e do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita junto das entidades competentes, mas é também prova de que não basta reivindicar, é preciso apresentar propostas e fazer parte da solução”, declarou o autarca do Cartaxo, sublinhando que o ensino secundário está fora das competências municipais e pertence ao Ministério da Educação.
De acordo com Pedro Magalhães Ribeiro, a posição colaborante da Câmara do Cartaxo permitiu acelerar a decisão do Ministério da Educação. Indicando que o orçamento das obras é de cerca de 400 mil euros a mais do que inicialmente previsto, o autarca explicou que a câmara e o Agrupamento Marcelino Mesquita vão actualizar as prioridades da intervenção e em breve estas serão formalizadas numa adenda ao acordo agora assinado.
Na assinatura do acordo de colaboração, a secretária de Estado adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, disse que desde o início do seu mandato esta escola está sinalizada por necessitar de obras urgentes e ser um estabelecimento de ensino com 39 anos que nunca sofreu nenhuma intervenção de fundo.

Município e Governo garantem obras na Escola Secundária do Cartaxo

Mais Notícias

    A carregar...