uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Agricultores da região com apoios por causa da seca

Explorações agrícolas de Abrantes, Almeirim, Alpiarça, Azambuja, Cartaxo, Chamusca, Constância, Golegã, Salvaterra de Magos, Santarém e Vila Franca de Xira vão receber apoios do Governo devido a seca extrema ou severa.

Edição de 21.08.2019 | Economia

Os agricultores com explorações nos municípios de Abrantes, Almeirim, Alpiarça, Azambuja, Cartaxo, Chamusca, Constância, Golegã, Salvaterra de Magos, Santarém e Vila Franca de Xira vão receber apoios do Governo por se enquadrarem em locais de seca extrema ou severa. O milhão de euros disponibilizado pelo Governo engloba ainda os concelhos de Arraiolos, Avis, Castelo Branco, Fronteira, Mora, Ponte-de-Sor e Sousel.
O Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural referiu que, na sequência da evolução da situação de seca registada no último mês, passam a estar em situação de seca severa e de seca extrema mais 18 municípios, para além dos 60 já declarados nessa situação em Junho. Assim, no total, são agora 78 os concelhos nesta situação.
Segundo o Ministério da Agricultura, as candidaturas, abertas a 8 de Agosto, poderão ser apresentadas até 16 de Setembro, sendo as despesas elegíveis a partir da data da apresentação da candidatura. A 21 de Junho o executivo já tinha disponibilizado três milhões de euros para apoiar investimentos de agricultores com explorações situadas em municípios em seca extrema ou severa.
A par destas medidas, o Governo mantém aberta a linha de crédito Alimentação Animal destinada a apoiar os produtores pecuários, abrangendo a totalidade do território continental, com 3,5 milhões de euros ainda disponíveis.
Capoulas Santos, ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural recorda também que o executivo já pôs em prática um programa de derrogações autorizadas pela Comissão Europeia que permitirão aos agricultores adoptarem um conjunto de práticas sem penalizações na atribuição dos subsídios anuais e serão adiantados em 70% os pagamentos anuais das ajudas do I pilar da Política Agrícola Comum (PAC) e em 75% as ajudas do II pilar da PAC.

Mais Notícias

    A carregar...