uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Depois de quatro anos tive finalmente médico de família mas foi só por um ano

Edição de 21.08.2019 | O MIRANTE dos Leitores

Há quatro anos mudei-me das Caldas da Rainha para Abrantes. Em Caldas da Rainha tinha médico de família, em Abrantes não. O ano passado atribuíram-me finalmente médico de família, no Centro de Saúde de Abrantes (instalado no edifício do hospital e que mudou depois para o edifício da Abranclínica).
Foi sol de pouca dura pois o médico reformou-se o mês passado (soube pelas redes sociais) e voltei a não ter médico de família. Hoje fui ao centro de saúde e disseram-me que agora terei de voltar a inscrever-me noutra unidade/extensão de saúde de uma freguesia vizinha (a minha deixou de ter unidade de saúde há vários anos).
Moral da história: não sou avisado pelo centro de saúde da saída do médico, não o substituem por outro, não tratam da minha transferência para outra unidade de saúde e não sei quando voltarei a ter médico de família. É assim que o Ministério da Saúde funciona?! E a autarquia, que fez tanta propaganda à atribuição de médicos de família, acha isto normal?!
José Nascimento

Mais Notícias

    A carregar...