uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Cristina Branco e José Valente vencem Prémio Carlos Paredes
Cristina Branco, fadista de Almeirim, distinguida pela Câmara de Vila Franca de Xira com o Prémio Carlos Paredes

Cristina Branco e José Valente vencem Prémio Carlos Paredes

Galardão é atribuído pela Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.

Edição de 09.10.2019 | Sociedade

Os álbuns “Branco”, da cantora de Almeirim, Cristina Branco, e “Serpente Infinita”, de José Valente, venceram, ‘ex-aequo’, o Prémio Carlos Paredes, anunciou a Câmara de Vila Franca de Xira, que patrocina o galardão. O júri destacou a “indiscutível qualidade e originalidade destes trabalhos”.
A decisão foi unânime do júri constituído pelo escritor José Jorge Letria, em representação da câmara vilafranquense, pelo compositor Pedro Campos, pelo músico Carlos Alberto Moniz, representante da Sociedade Portuguesa de Autores, e pelo crítico musical Rui Filipe Reis. “Ambos os trabalhos se enquadraram no espírito que preside à atribuição do Prémio Carlos Paredes”, realçou o júri.
Relativamente a “Branco”, o júri salientou a combinação do registo vocal de Cristina Branco ligado a um texto de muita qualidade. Quanto a “Serpente Infinita” referiu a apresentação de um trabalho de excelência instrumental que confirma o apurado sentido interpretativo de José Valente.
O Prémio Carlos Paredes distinguiu em edições anteriores nomes como Rão Kyao e Carminho (2013), Pedro Caldeira Cabral (2014), LST – Lisboa String Trio (2015), Pedro Mestre (2016), Ricardo Ribeiro e Artemsax (2017) e Daniel Pereira Cristo (2018). O município assinala um menor número de candidaturas nesta 17ª edição do galardão.

Cristina Branco e José Valente vencem Prémio Carlos Paredes

Mais Notícias

    A carregar...