uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Joaquim Grave colhido por um toiro da sua ganadaria
Ganadeiro ficou internado cerca de dez dias no Hospital de Évora onde foi sujeito a uma cirurgia à perna direita

Joaquim Grave colhido por um toiro da sua ganadaria

Chama-se Marismero o toiro que colheu o ganadeiro dentro do curral. O empresário diz que apanhou o maior susto da sua vida.

Edição de 09.10.2019 | Sociedade

O ganadeiro Joaquim Grave, de 66 anos, viu a morte à sua frente quando foi colhido por um touro na sua herdade, no Alentejo, no dia 19 de Setembro. O empresário confessou a O MIRANTE que este foi o maior susto da sua vida e que acabou por ter muita sorte. Joaquim Grave estava em mais um dia normal de trabalho na Herdade da Galeana, propriedade da Ganadaria Murteira Grave. Tinha acabado de por as fundas, uma protecção que se coloca nos cornos dos toiros para evitar que as pontas se deteriorem e que os animais se matem uns aos outros.
“Era suposto este touro ter saído para o campo como os outros mas teve uma reacção atípica e voltou a entrar no curral. Quando entrei para o curral fui surpreendido, porque não estava à espera que ele estivesse ali”, conta Joaquim Grave a O MIRANTE. O animal, que se chama Marismero e tem quatro anos, investiu contra o empresário ferindo-o com gravidade com uma cornada na perna direita. “Naquele momento estava sozinho e o meu instinto foi saltar para cima de um muro mas fiquei com o corpo suspenso. Os funcionários que estavam ali perto ouviram o barulho e o meu pedido de ajuda e vieram em meu auxílio”, conta, acrescentando que estes abriram uma porta e o toiro seguiu para o campo.
O ganadeiro foi transportado para o Hospital de Évora tendo sido operado à perna direita. Ficou internado cerca de uma dezena de dias. Regressou ao trabalho na segunda-feira, 30 de Setembro. “Tenho várias mazelas e ainda estou a recuperar mas não posso parar de trabalhar”, afirma. O antigo cabo dos Forcados dos Amadores de Santarém está a fazer fisioterapia no hospital local. O empresário diz a O MIRANTE que, se tudo correr como previsto, Marismero, o boi que o ia matando, vai ser lidado no próximo ano e garante que é um touro para uma praça de primeira categoria.
Joaquim Grave foi distinguido por O MIRANTE com o prémio Personalidade do Ano, na área da Tauromarquia, em 2009. A habitual corrida de toiros que O MIRANTE realiza no Campo Pequeno, em Lisboa, assinalou este ano os 75 anos da Ganadaria Murteira Grave. A Ganadaria, situa-se na Herdade da Galeana, no Alentejo, mas o ganadeiro tem ligações ao Ribatejo, tendo sido investigador da Estação Zootécnica Nacional, no Vale de Santarém.

Joaquim Grave colhido por um toiro da sua ganadaria

Mais Notícias

    A carregar...