uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Colocação de pilaretes em passeios no centro de Alverca divide moradores
Pilaretes colocados pela junta de freguesia estão a gerar polémica

Colocação de pilaretes em passeios no centro de Alverca divide moradores

Iniciativa da junta não foi bem recebida por quem não tem lugar ao fim do dia para estacionar o carro. Aumento da população residente tem estrangulado os lugares disponíveis de parqueamento.

Edição de 04.02.2020 | Sociedade


A Junta de Freguesia de Alverca começou na última semana a colocar uma dezena de pilaretes nos passeios das ruas Antero Marques da Fonseca e António de Sousa para evitar o estacionamento abusivo e permitir que os moradores dos prédios com garagem tenham espaço suficiente para sair com as viaturas.
A medida está a gerar polémica entre os moradores. De um lado está quem apoie a colocação dos pilaretes, considerando que os passeios não devem ser ocupados pelos automóveis. Do outro estão os moradores que não têm garagem nem alternativas de estacionamento próximas e que por isso eram obrigados a deixar os carros em cima do passeio durante a noite. Além disso, dizem alguns moradores, os pilaretes são perigosos para as pessoas com mobilidade reduzida e para os cidadãos invisuais.
Fernanda Monteiro reside no local há uma década e desde sempre deixava o carro em cima do passeio durante a noite, mesmo sabendo que estava em infracção e que a esquadra da PSP está a duas ruas de distância. “Há gente a mais para lugares a menos”, lamenta, considerando “uma vergonha” a decisão da junta. “Em vez de arranjarem novos estacionamentos andam a gastar o dinheiro dos contribuintes a prejudicá-los”, queixa-se outra moradora da zona, Carla Almeida.
Carlos Gonçalves (CDU), presidente da junta de freguesia, explica a O MIRANTE que os pilaretes foram colocados a pedido de outros moradores, que se viam bloqueados e sem espaço para saírem das garagens por causa de veículos estacionados em cima do passeio.

Problemas graves no Bom Sucesso e Arcena
O presidente da junta admite que há zonas da cidade onde a falta de estacionamento é um problema grave – especialmente no Bom Sucesso e Arcena, durante a noite, – mas lembra que há quatro grandes parques de estacionamento em Alverca, embora longe dos prédios. “Sei que há muitas críticas aos pilaretes mas os passeios são para os peões. Não é verdade que não haja estacionamento em Alverca, pode é não haver à porta da casa de cada um. O objectivo dos pilaretes é impedir abusos. Há pessoas que querem estacionar à sua porta a todo o custo”, lamenta.
O autarca diz que o seu executivo está apostado em tomar medidas que melhorem a mobilidade dentro da cidade e que por isso o civismo dos condutores é fundamental. “Estacionar nos passeios, deixando os mais velhos e as pessoas com mobilidade reduzida a caminharem pela estrada, não é um direito adquirido”, avisa.
O presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, Alberto Mesquita (PS), também reconhece que existem problemas de falta de estacionamento no concelho, em particular nas três grandes cidades – Vila Franca de Xira, Alverca e Póvoa – e diz que a medida da junta é um mal necessário. “Não sou a favor dos pilaretes, são obstáculos, sobretudo para pessoas de mobilidade reduzida e invisuais. Numa sociedade inclusiva não devíamos ter estes equipamentos. Mas é um facto que as cidades não foram preparadas para dar resposta às necessidades de tanto estacionamento”, defende.

Colocação de pilaretes em passeios no centro de Alverca divide moradores

Mais Notícias

    A carregar...