uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Moradoras aguardam por obras em casas municipais de Santo Antonino
Narcisa Santos aguarda por obras urgentes na sua casa

Moradoras aguardam por obras em casas municipais de Santo Antonino

Presidente da Câmara de Coruche prevê para este ano, pelo menos, a substituição do telhado das habitações. Infiltrações estão na origem do mau estado das residências.

Edição de 04.02.2020 | Sociedade


As moradoras de duas habitações municipais na Quinta Nova Santo Antonino, no concelho de Coruche, estão indignadas com o mau estado em que se encontram as residências. As inquilinas, que vivem do Rendimento Social de Inserção, apontam que, além da cobertura em fibrocimento estar danificada e entrar água dentro de casa, as instalações eléctricas e a canalização estão degradadas e as paredes estão podres à conta das infiltrações.
A O MIRANTE, o presidente do município, Francisco Oliveira, confirmou ter informação da situação e adiantou que está previsto que, pelo menos, a cobertura das habitações seja substituída ainda este ano. “São coisas que herdamos de outros tempos. Aquilo na altura foi construído para realojar aquelas famílias e já não tinha boas condições à época. Passados todos estes anos é preciso, pelo menos, reabilitar a cobertura que é o mais preocupante”, referiu o autarca.
Narcisa Santos, 63 anos, vive numa das habitações há 30 anos, juntamente com o neto, maior de idade. A moradora refere que já foi várias vezes à câmara queixar-se da situação, mas até agora não obteve qualquer resposta. “Isto é uma vergonha. Quando chove estou sentada no sofá e está a cair água em cima de mim”, relata.
Também Maria Ferreira, 48 anos, moradora na outra casa camarária há três décadas, pede obras urgentes. “Eles têm de fazer algo. E deviam começar por mudar esta cobertura que não está em condições e é em fibrocimento, material que é cancerígeno e perigoso para a saúde”, confessa a residente que actualmente conta mensalmente com 170 euros para viver.

Moradoras aguardam por obras em casas municipais de Santo Antonino

Mais Notícias

    A carregar...